• Futebol em Rede

Protagonista versus coadjuvante

O final de semana proporcionou uma grande oportunidade para a comparação entre Modric, melhor do mundo para a FIFA, e Cristiano Ronaldo ( Foto ). Clássico de rivalidade na Espanha entre Real Madrid e Atlético Madrid. Clássico de imensa importância na Itália entre Juventus e Napoli. Ficou evidente que a escolha da FIFA foi política e de certa forma oportunista. Cristiano Ronaldo foi protagonista no seu jogo. Participou decisivamente nos três gols da Juventus na vitória contra o Napoli, 3 a 1. Não fez gols, mas acertou a trave, deu assistência e o goleiro napolitano, Ospina, deixou o gramado tendo pesadelos com o craque português. Ele é decisivo, participativo e faz diferença em campo. Não foi longe na Copa do Mundo com sua seleção, mas é um vencedor e seu ex-clube sente sua ausência mais do que ninguém. Já Modric foi coadjuvante na Espanha. Pouco participativo no clássico. Foi um entre tantos jogadores do time. Foi até substituído. Lógico que Modric é bom jogador. Evidente que teve uma boa participação na Copa do Mundo. Mas está muito longe de fazer diferença em campo. Entendo a vontade da FIFA de encontrar uma sombra para os foras de série Messi e Cristiano Ronaldo. A solução não é Modric por uma boa e justa realidade. Coadjuvante não ofusca um protagonista, nem por decreto.