• Futebol em Rede

Com campanha histórica, CR Flamengo garante título do NBB


Que temporada histórica para o CR Flamengo. Na tarde desta quinta-feira (19 de maio), o clube da Gávea venceu o São Paulo FC mais uma vez (93 a 85) no ginásio Gilberto Cardoso (Maracanãzinho), no Rio de Janeiro (RJ), fechou a série melhor de cinco da decisão por 3 a 0 e conquistou o título do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2020/2021, o sétimo na história do clube.

O troféu veio recheado de acontecimentos históricos, o que deixou a conquista ainda mais especial. Essa foi a primeira varrida (3 a 0) em todos os tempos das Finais. Além disso, encerrou a temporada com 34 vitórias consecutivas em 2021, considerando Copa Super 8, Basketball Champions League Américas e a segunda metade do NBB.

Campeão de tudo, o Flamengo ainda se tornou o primeiro clube a conquistar todos os títulos que disputou em uma temporada na “era NBB”: Campeonato Estadual, Copa Super 8 e Basketball Champions League, estes de forma invicta, e o NBB, com a uma invencibilidade de 22 partidas no maior campeonato do basquete brasileiro em 2021.

Para conquistar o título, o Flamengo contou com a liderança e poder de decisão do garoto Yago Mateus, que assumiu a responsabilidade da armação rubro-negra após a lesão de Franco Balbi e foi extremamente dominante na série decisiva: 17.0 pontos, 7.3 assistências, 2.7 rebotes e 19.6 de eficiência por jogo e troféu de King of The Finals (MVP das Finais), oferecido por Budweiser.

“Não imaginava que seria assim, mas eu sabia que teria que estar preparado para tudo que poderia acontecer. Jogar no Flamengo não é fácil. Você chegar e ter o Franco (Balbi) para defender, marcar todos os dias é complicado. Não é todo mundo que faria o que eu fiz, de sair do clube onde eu jogava 30 minutos e vir aqui disputar vaga com um dos melhores armadores do Brasil. Então, é desgastante, mas também foi motivador”, contou Yago.

No duelo que definiu o heptacampeonato, o time do técnico Gustavo De Conti teve quatro atletas pontuando em dígitos duplos, com destaque para Marquinhos, que fez 10 dos seus 17 pontos no último quarto e foi eleito o King of The Game, oferecido por Budweiser. Com 18 pontos, Olivinha foi outro destaque do Mengão na partida, assim como Hettsheimeir (15 pontos) e Yago Mateus (13 pontos).

“Em termos de resultado, estou muito feliz. Nunca trabalhei com um time com tanto resultado. Foram 34 vitórias consecutivas e uma grande dominância nos campeonatos que a gente disputou. Ao mesmo tempo, tenho uma confusão de sentimentos. Estamos vivendo uma pandemia, com tantas mortes, e não sabemos o que sentir, se devemos ficar felizes ou não”, declarou De Conti.

Pelo lado do São Paulo, que foi vice-campeão logo em seu primeiro Playoff no NBB, os destaques ficaram por conta da dupla Georginho e Lucas Mariano. O armador flertou com o triplo-duplo ao marcar 18 pontos, 12 rebotes e nove assistências (32 de eficiência). Já o dominante pivô foi autor de um duplo-duplo 22 pontos e 10 rebotes (29 de eficiência).

“Ninguém gosta de perder, de sentir essa sensação que estamos sentindo, ainda mais nesses três jogos bem disputados e resolvidos nos momentos finais. O que eu tenho para dizer é o primeiro ano do São Paulo em Playoffs e batemos de frente com o Flamengo, que já venceu três torneios só nessa temporada. Fico feliz, mesmo não sendo o que queríamos, e agradeço a Deus pela temporada, por tudo e todos. Lutamos, estivemos juntos até o fim”, disse Lucas Mariano.

Resumo do jogo

O terceiro jogo das Finais do NBB começou equilibrado. De um lado, Georginho De Paula e Renan Lenz tiveram sucesso nas jogadas de garrafão. Do outro, Yago e Rafael Hettsheimeir ditaram o ritmo acelerado do Flamengo. O grande aproveitamento nas bolas de 3 deu vantagem de seis pontos para a equipe carioca no final do primeiro quarto.

O São Paulo voltou para o segundo período com grande ímpeto defensivo. Aproveitando o bom momento de Lucas Mariano no ataque, o Tricolor chegou a assumir a liderança do placar. Na metade do quarto, o técnico Gustavo De Conti pediu um tempo que foi essencial para o Flamengo recuperar o controle da partida e ir para o intervalo vencendo por 45 a 39.

O terceiro quarto foi marcado por um equilíbrio imenso. Dawkins e Lucas Mariano puxaram a pontuação para o São Paulo, enquanto o Flamengo manteve sua vantagem com ótimo trabalho coletivo.

No último período, Georginho e Bennett combinaram para 19 pontos e fizeram de tudo para encostar no placar. Eleito King of The Game do Jogo 3, Marquinhos não permitiu que isso acontecesse. O ala fez 10 pontos nos 10 minutos finais para garantir o título para o Mengão.

“A nossa ideia era parar a transição e as cestas rápidas deles. No outro jogo eles tiveram praticamente 100% de aproveitamento nessas bolas, hoje caiu para próximo de 50%. Queríamos evitar as cestas fáceis do Bennett e do Georginho, principalmente. Adotamos a estratégia de criar um ‘muro’ na linha dos 3 pontos para eles não passarem”, disse Gustavo De Conti.

Finais

Jogo 01 – CR Flamengo 96 x 93 São Paulo FC

Jogo 02 – São Paulo FC 81 x 82 CR Flamengo

Jogo 03 – São Paulo FC 85 x 93 CR Flamengo