top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

Circuito de Corridas Virtuais agitou cidade de São Paulo


O ‘Circuito Neo Running Saúde e Bem-Estar’ atingiu em cheio o coração e o anseio do corredor, mesmo sendo uma disputa online. Isso, porque à organização cuidou de detalhes importantes para que, além da importante parte esportiva, o Circuito atingisse outras metas, como interação, gratuidade de participação, comprovação de realização da prova e distribuição dos tradicionais kits (camisa, sacochila e medalha), entre outras coisas. E, foi isso que aconteceu.

De acordo com Gustavo Bracco, do Instituto Futuros Craques, idealizador do ‘Circuito Neo Running Saúde e Bem-Estar’, a procura maciça dos participantes comprova o sucesso dessa realização. “A nova metodologia aplicada deu muito certo. Prova disso, é que cerca de 3.000 pessoas estiveram engajadas nas duas primeiras etapas, que ocorreram de 13 a 15 de outubro (primeira) e 19 a 22 de outubro (segunda). E o mais legal é que cada atleta escolheu a sua forma de participar – esteira, escada, rua e parque”, explicou.

A terceira etapa do ‘Circuito Neo Running Saúde e Bem-Estar’, que ocorreu no final de outubro, também teve suas inscrições esgotadas. “A grande novidade desta terceira etapa foi o engajamento de duas questões sociais importantes: Outubro Rosa (Câncer de Mama) e Novembro Azul (Câncer de Próstata). As mulheres receberam camisas na cor rosa, enquanto os homens na cor azul. Tudo isso para conscientizar, não só os participantes, da importância da prevenção destas duas doenças, que infelizmente ainda contam com uma taxa grande de mortalidade”, complementou Bracco.

Para o produtor esportivo, Victor Saeta, a prova virtual já é uma realidade mundial. “A corrida online, que já é muito difundida no exterior, cresceu agora no Brasil, devido à pandemia. Algumas provas aconteceram, mas não da forma como fizemos no ‘Circuito Neo Running Saúde e Bem-Estar’”, relatou.

“No nosso Circuito, o atleta só recebe o kit de participação depois que comprovar a realização da prova online, informando o seu tempo aos organizadores. Diferente das corridas similares, que o atleta recebe o kit antes e opta em participar ou não de fato da prova”, complementou Saeta.

O sucesso do evento projeto novos desafios para o Instituto idealizador. “Queremos voltar a organizar corridas presenciais. O calor humano é incomparável. Mas as corridas virtuais vieram para ficar. Com a facilidade de inscrição e participação, se transformou em uma ótima maneira de fomentar o esporte de forma saudável e segura”, finalizou Gustavo Bracco.

Foto: Divulgação



Comments


bottom of page