• Futebol Alternativo

Vem aí a Fase Decisiva da Série A2

Oito Campeões, 15 títulos e muitas camisas pesadas. Todos os oito times que ainda sonham com a taça e o retorno à elite já conquistaram ao menos um título da divisão. Este é o panorama da Segunda Fase da A2 paulista.


Depois da primeira fase que terminou no último domingo, oito clubes se enfrentam no formato maita mate em partidas e ida e volta. Os dois finalistas do campeonato conquistam o acesso para a elite estadual.


O líder da primeira fase foi o São Bernardo FC, o tigre do ABC terá pela frente nas quartas de final uma das camisas mais pesadas do campeonato, o Juventus da Moóca num duelo que promete ser duríssimo.


A primeira partida na Rua Javari promete ser decisiva para confronto, mesmo o moleque travesso não tendo sua apaixonada Torcida a favor. Pessoalmente, não vi nada demais no tigre pós quarentena que retornou muito instável. Já o Juventus depende muito do seu experiente time titular, a falta de boas peças de reposição no banco pode complicar.


Outro representante do ABC no mata mata é o São caetano, o azulão é sem dúvidas o time que apresenta o melhor futebol pós quarentena com três vitórias convincentes nos últimos jogos. Isso o deixa franco favorito contra o Monte Azul que foi um dos grandes destaques na primeira parte do campeonato, mas sofreu muito com a pandemia e perdeu peças importantes retornando bem meia boca para o torneio.


São bento x Taubaté fazem o duelo das potências do interior. O Azulão divide as atenções da série A2 com a disputa da série C, o que pode ocasionar um prejudicial e desgastante excesso de jogos. Já o Burro da Central também perdeu peças importantes e joga com a pressão de ser entre os oito finalistas o que está há mais tempo longe da elite estadual: 36 anos.


Por último, mas não menos importante, o duelo entre duas das mais pesadas camisas do campeonato. De um lado, um penta campeão da série A2 e pioneiro da divisão contra uma gigantesca bicampeã da primeira divisão. Falamos de XV de Piracicaba x Portuguesa. O time do Canindé joga com a pressão de conseguir algo importante no seu Centenário contra um XV que foi regular o campeonato inteiro, mas que também sofreu perdas importantes na pandemia.


O cenário está formado e promete ser emocionante. Qualquer seja o resultado teremos grandes e importantes camisas retornando a primeira divisão do futebol paulista.