• Futebol em Rede

VITÓRIA DO PRATO FEITO


A vitória diante do Santos na Vila Belmiro, 1 a zero, pode ser interpretada como o fim do estilo Jorge Jesus no campeão brasileiro. Domenec Torrent ainda procura os jogadores certos, mas o estilo de jogo está definido. O Flamengo não joga mais com posse de bola e pressão no adversário. A nova fórmula é ocupar espaço e a arma principal, o contra-ataque. Não vai ser fácil engolir a mudança. A defesa será testada e contra o Santos, Diego Alves ( Foto – Divulgação ) teve mais trabalho do que na temporada passada.


O time ainda está na fase de ajustes. O treinador mudou a postura. Gerson foi recuado, virou primeiro volante. Parece que a ideia é fechar espaço no meio campo e usar o contra-ataque. Agora são três jogadores na frente para abrir a defesa adversária. Michael, Gabriel e Bruno Henrique. É o fim da troca de posições no ataque e pressão na saída de bola do rival. O novo Flamengo espera para dar o bote. A defesa terá que ser firme e vai sofrer. É o fim dos “armandinhos” e o início dos volantes como referência.


Foi essa a imagem que o time deixou contra o Santos. Sofreu dois gols anulados pelo VAR. Diego Alves fez ótimas defesas, sinal de exposição. O gol da vitória foi no contra-ataque iniciado com uma bola roubada por Gabriel na defesa. Os meias Everton Ribeiro e Diego entraram para segurar a bola e o resultado. A vitória vai justificar a mudança de postura e aos poucos, será o Flamengo de Domenec. Jorge Jesus e seu esquema impositivo será obra do passado.


As críticas são pesadas. Domenec dá prioridade ao esquema de jogo e não aos talentosos jogadores. Não dava para esperar outra coisa. O catalão não vivenciou o Flamengo de Jorge Jesus. No máximo deu uma olhadela, nem condições de ver o trabalho tinha nos Estados Unidos. Quem optou por Domenec sabia desse risco. Até ele entender os ingredientes à disposição, é natural que sirva um prato feito. É uma mudança radical num time que agradava. As cartas estão na mesa, os resultados podem dar tempo para o treinador catalão entender e mudar de planos ou reforçar o prato feito.