• Futebol em Rede

Virada de campeão


Virada de campeão do Flamengo diante do Bahia no Maracanã. Foi jogo para complicar. O Bahia saiu na frente e botou pressão. O Flamengo não sentiu o golpe e seguiu o roteiro. Gabigol ( Foto – Divulgação ) desequilibrou com duas assistências e um gol. Dez pontos de diferença para o segundo colocado. O Flamengo só perde o título se um desastre ocorrer.


Chama a atenção o ritmo e a insistência ofensiva do Flamengo. As jogadas pelas laterais, tem variação, nunca se repetem. A dupla Gabigol e Bruno Henrique vive fase acima da média. Quem entra no time, não atrapalha o roteiro desenhado pelo português Jorge Jesus. Dos seis jogos restantes, quatro são clássicos. Ceará e Avaí, no Maracanã, favas contadas. A dúvida é a data, o título já está encaminhado.


O verdadeiro duelo será a final da Libertadores. O Flamengo é favorito pelo que está jogando. O River Plate, atual campeão, é adversário de respeito. Será o jogo mais importante da temporada. Não ganhar a Libertadores pode ter impacto negativo. Ganhar, após tantos anos sem sequer sonhar com o título, impulsiona o Flamengo para encerrar a temporada com o título mundial. O rubro-negro vive uma fase onde tudo é possível.