• Futebol em Rede

Vida difícil para o Atlético de Madrid

O técnico Diego Simeone segue fazendo um bom trabalho no Atlético de Madrid. Na temporada espanhola, mantém o segundo lugar e torce para um tsunami atingir o Barcelona de Messi. Hoje a diferença entre as equipes é de cinco pontos, muito difícil de tirar. Para complicar, a final da Liga dos Campeões vai acontecer no Wada Metropolitano. Chegar na final é um desafio enorme. Nas oitavas o adversário é a Juventus de Cristiano Ronaldo.

Superar obstáculos parece ser a sina do treinador. Mesmo com vários problemas de contusão, o time venceu o Getafe em casa, 2 a zero. O resultado serve apenas para manter a esperança. No jogo, Thomas ( Foto – en.as.com ), um volante de 25 anos, ganes, mas descoberto no próprio Atlético, foi o destaque. Ele atua na marcação, mas sobe para trabalhar a bola e provou ser um ótimo passador. Achou espaço para dar início aos dois gols do jogo. Morata deve ser contratado para reforçar o ataque que vive de Griezmann e tem Diego Costa contundido.

O que valoriza o trabalho de Simeone na Espanha é a armação defensiva. Na Liga, o Atlético tem a melhor defesa e só perdeu um jogo. Bons números, mas pouco para os desafios que surgem pela frente. Com um adversário que tem Messi em boa fase no espanhol e um montão de times acima de média na Liga dos Campeões como obstáculo, a equipe teria que esperar um milagre para fazer história. Difícil, mas sonhar não custa nada, ainda.

#AtléticoMadrid