top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

UM ANO EM 8 DIAS


Nem sempre a folhinha aponta a correta passagem do tempo.

Quando o assunto é futebol, o espaço definido entre um dia e outro pode representar muito mais do que a passagem das horas no referido período, mas sim até mesmo um ano inteiro. E é exatamente esta a situação que um dos mais importantes clubes do País terá de enfrentar nesta e na próxima semana.

Falo, naturalmente, do Corinthians. Os três próximos jogos da equipe poderão selar seu destino até o fim desta temporada, já que cada um deles é válido por uma das competições em que ainda disputa. E para complicar um pouco mais a vida alvinegra, serão certamente três partidas pra lá de difíceis.

Tudo começará na terça, 9 de agosto, quando o Timão irá ao Maracanã tentar algo praticamente impossível: vencer o Flamengo/RJ, para todos uma das melhores e, para muitos, a melhor equipe do Brasil, por pelo menos três gols de diferença e, desta forma, obter sua classificação às semifinais da Copa Libertadores da América. Se ganhar por apenas dois gols de vantagem, ainda terá a chance de levar a vaga nos penais, mas convenhamos: dadas as diferenças técnicas entre ambos, nem mesmo o mais fanático integrante do bando de loucos acredita, sinceramente, que isso poderá acontecer.

Quatro dias mais tarde (no sábado, dia 13), os comandados pelo português Vítor Pereira receberão nada mais, nada menos, do que o Palmeiras, seu maior rival e com quem disputa a liderança do Campeonato Brasileiro. Seis pontos atrás do Verdão, se perderem o derby os corintianos ficarão nove pontos distantes e, ainda que faltem muitos jogos para o seu encerramento, também bem mais longe de qualquer chance de título nesta competição. Em outras palavras: só mesmo a vitória ou, pelo menos, o empate manterá o ânimo alvinegro em alta na competição.

Após o fim desta semana, eis que mais uma decisão aparecerá para o Corinthians: na quarta-feira, de novo no Itaquerão, a equipe terá de reverter a vantagem de dois gols obtida pelo Atlético/GO na partida de ida válida pelas quartas-de-final da Copa do Brasil. Mesmo complicada, parece-me esta a missão menos difícil de ser obtida, pois com o estádio lotado e com um elenco superior (isso sem que falemos em tradição, claro) o Timão tem tudo para carimbar seu passaporte às semifinais do torneio. E ai dos seus jogadores se não o conseguirem.

Perceberam? Em um curto espaço de tempo – de 9 a 17 de agosto – a equipe de Parque São Jorge terá compromissos que, na prática, serão verdadeiras decisões. Se as vencer, estará no Céu e em paz com a Fiel; mas se não conseguir pelo menos um resultado positivo, o portuga que a dirige saberá o que é viver um inferno na Terra.

E que um ano, quando o assunto é futebol, pode ser definido em apenas 8 dias.

­­­­­­­­­

Márcio Trevisan é jornalista esportivo há 34 anos. Escritor com cinco livros publicados, começou no extinto jornal A Gazeta Esportiva, onde atuou por 12 anos. Editou várias revistas, esteve à frente de vários sites, fez parte de mesas redondas na TV e foi assessor de Imprensa da S. E. Palmeiras e do SAFESP. Há 17 anos iniciou suas atividades como Apresentador, Mestre de Cerimônias e Celebrante, tendo mais de 450 eventos em seu currículo. Hoje, mantém os sites www.senhorpalmeiras.com.br e www.marciotrevisan.com.br. Contatos diretos com o colunista podem ser feitos pelo endereço eletrônico apresentador@marciotrevisan.com.br



Comments


bottom of page