• Futebol em Rede

TUDO DOMINADO NO CONTINENTE


O futebol brasileiro vive ótimo momento no cenário sul-americano. Das competições da Conmebol, fizemos as duas finas caseiras em 2021 (Libertadores e Sul-Americana) e tudo indica, o domínio deve continuar. Dos nove brasileiros classificados para a Libertadores 2022, quatro já levantaram a taça e mais dois chegaram numa decisão, sem levar. Pelo menos três times de tradição (Santos/Inter/São Paulo) largam com chances na Sul-Americana.


O desafio será alcançar o quarto título consecutivo. Feito não será inédito para os brasileiros. Já aconteceu entre 2010 e 2013 com Atlético MG, Santos, Corinthians e Internacional. Seria um sinal de perigo para nossos rivais argentinos que ainda tem a vantagem de três títulos de Libertadores. O Palmeiras é o time brasileiro da década. Chegou ao mesmo número de conquistas de Santos/São Paulo/Grêmio e se vencer em 2022 quebrará uma marca. Nunca um brasileiro chegou ao tricampeonato seguido na Libertadores.


Além do domínio dos clubes, a seleção brasileira, já classificada para a Copa do Mundo do Catar, nada de braçadas nas Eliminatórias. Os argentinos de peso na Libertadores 2022 são River Plate, Boca Juniors. Estudiantes e Velez Sarsfield. Bem distante do poder de Brasil e Argentina, os uruguaios estarão com Peñarol e Nacional, os chilenos com Universidad Católica e Colo Colo e no quesito zebras conhecidas, Nacional de Medellín, Olimpia e Barcelona de Guayaquil, time da cidade onde vai ocorrer a final única de 2022.


Não é exagero o otimismo brasileiro no continente para 2022. Palmeiras, Atlético MG e Flamengo estão muito à frente dos rivais. O Corinthians nunca pode ser desprezado. Já na Sul-Americana, o trio Santos/São Paulo/Internacional, mesmo em péssima fase, não tem adversários de peso na primeira fase. Podem não ser favoritos, mas o caldo só engrossa para os brasileiros se algum gigante de outro país vier eliminado da Libertadores. Tá tudo dominado e deve permanecer assim. Os brasileiros são os times a serem temidos no cenário sul-americano.