• Futebol em Rede

TOMBO GRANDE


O Bayern Munique foi surpreendido na Bundesliga e acabou goleado pelo Hoffenheim, 4 a 1. A derrota acabou com uma série invicta de 32 jogos do time bávaro. Hansi Flick ( Foto – Divulgação ), aprendeu uma dura lição, quanto maior o time, maior o tombo. O resultado do jogo é incontestável, o Hoffenheim mereceu vencer e golear, explorou o contra-ataque como era previsível, mas encontrou a porta escancarada pelo posicionamento da defesa bávara.


O erro de posicionamento da defesa do Bayern Munique não tem relação com a possível desculpa de cansaço pela sequência de jogos. Os zagueiros espaçados e os laterais mais preocupados com o apoio ao ataque, uma característica do time. Desta vez não houve cobertura de um volante. Os atacantes do Hoffenheim tiveram espaço e vantagem no mano a mano com a zaga aberta. Buraco explorado com eficiência. Os erros defensivos nos dois primeiros gols, um após escanteio e outro num erro de Pavard comprometeram os planos do Bayern Munique no jogo.


Instigado a buscar reação, o Bayern Munique embolou o time no ataque. Entrou na arapuca armada pelo adversário e quanto mais insistia e batia no muro de defensores, mais abria a porta para o contra-ataque. A derrota deixa lições para Hansi Flick no posicionamento do time e será um teste para a confiança do elenco. Perder nunca é bom, de goleada pior ainda, mas quebra a ideia de time imbatível que já tomava contornos de verdade. O Bayern Munique é um grande time e o tombo grande deve resgatar a realidade para o gigante alemão.