• Futebol em Rede

Tite em busca do tempo perdido

Brasil já classificado para a Copa do Catar-2022, que será daqui a um ano por causa do clima da região, o que vai afetar o calendário do futebol no Mundo todo. Nas Eliminatórias Sul-Americanas a classificação de Brasil e Argentina nesse longo e cansativo modelo de 18 rodadas, todos contra todos, é certeza sempre. Sou contra esse formato. Preferia dois grupos de cinco se classificando direto os dois primeiros e o quinto por índice técnico, independente de grupo, iria para a repescagem, o que é praticamente também passaporte para a Copa.



Mas vamos em frente. Se a Copa for inchada para 48 Seleções como propõe a eleitoreira Fifa então nem precisará de Eliminatórias. Todos se classificam. Isso posto, agora já confirmado oficialmente na Copa, Tite começa a pensar mesmo no time. Claramente já tem seus preferidos, mas ainda há algumas posições que causam preocupação para não dizer apreensão.



Tite vai em busca do tempo perdido pelas longas Eliminatórias e também atrasado pela horrível Pandemia, que ainda assola o planeta. Já dá para ter algumas ideias. No gol parece não haver dúvida que os três serão: Allison, o seu preferido, ou de Taffarel, como titular, Ederson e Weverton, que para mim hoje é o melhor dos três. Aliás, Allison seria o terceiro na escala, na minha opinião.



Na lateral-direita espero que Tite não fique seduzido pelo discurso de melhor do Mundo de Daniel Alves nessa sua volta ao Barcelona. A bem da verdade, Daniel Alves, que foi um lateral extraordinário, não joga um bom futebol há mais de ano. Nem com a molecada da Olimpíada levo em consideração suas atuações. Está bem abaixo do que já fez. Danilo parece ter a preferência de Tite. Eu não gosto muito, mas admito que evoluiu. Está mais corajoso. Emerson Royal me agradou contra o Uruguai. Mostrou futebol e personalidade. Eu ainda acho que Fagner tem lugar na Seleção. É experiente, fez uma boa Copa, em 2018, e continua jogando em alto nível. Além de não brincar em serviço.



A zaga é Thiago Silva e Marquinhos. O reserva imediato é Eder Militão e Lucas Veríssimo pode perder a chance pela grave contusão sofrida há poucos dias jogando pelo Benfica. Alguns discutem a presença de Thiago Silva, mas ele continua jogando muita bola, é um dos melhores na posição além de jogar na Liga mais competitiva do futebol da Europa. Tem idade avançada, mas mantém-se em ótima forma.



Na lateral-esquerda acho que Guilherme Arana será titular do Tite, que inclusive o lançou no Corinthians. Está jogando muito. Alex Sandro é um bom reserva apesar da sua experiência européia. Mas a exemplo de Fagner pela direita e como Copa é um torneio de um mês só, se Filipe Luis voltar a jogar bem no Flamengo, eu o convocaria tranquilamente. Joga muito, mas é preciso ver como estará daqui um ano. Acho que o bom Renan Lodi saiu da lista do Tite.



No meio-campo Casemiro é titular. Fred e Lucas Paquetá foram convincentes e mereceram ser titulares nos últimos jogos. Carimbaram passaporte para a Copa. Só algo fora da curva os tira do Catar. Fabinho é outro que agradou e que deve ficar. Gerson ainda não mostrou porque era tão pedido e Philipe Coutinho é uma paixão antiga de Tite. Faz um bom tempo que não joga em bom nível, mas entendo quando Tite pensa em recupera-lo para ter uma passagem de bola com mais qualidade no meio-campo brasileiro. É uma tentativa, mas precisa melhorar muito para estar na Copa. Não acredito que vá acontecer, mas todo treinador tem suas paixões.



No ataque é Neymar, quer queiram ou não, e os demais. Raphinha cresceu no conceito do treinador nos últimos jogos, Antony ainda precisa mais, o que também cabe para o sempre pedido e defendido Vinicius Junior. Nessa última convocação chegou depois no lugar do contundido Firmino e acabou entrando no intervalo contra a Colômbia e jogou contra a Argentina. Apesar da bonita carretilha de objetivo mesmo nada fez. Ainda tem defeitos a serem corrigidos e um deles é a finalização. Corre muito, produz pouco. No Real Madrid está melhor.



Firmino é jogador que em forma serve à Seleção, Gabriel Jesus está perdendo espaço apesar da gratidão tática que Tite tem por ele e Matheus Cunha é uma cara nova que precisa se firmar. Dos que jogam no Brasil, Tite tem Everton Ribeiro, que tem tido altos e baixos no Flamengo, Gabigol que é goleador, nem tanto na Seleção, e estaria de olho no ótimo lateral-direito do Grêmio, Vanderson, que apesar da má fase do time, vem jogando bem desde o ano passado.



Olhando para os times do Campeonato Brasileiro não há novidades. Michael vive grande momento, mas não sei se é para a Seleção e Bruno Henrique, a exemplo de Everton Ribeiro, precisa ter a mesma sequência do ano passado. Dudu, do Palmeiras, jamais esteve no radar de Tite e Renato Augusto e Willian, que estiveram na Copa de 2018, e agora voltaram ao Corinthians, já passaram.



Boa sorte ao técnico Tite. Acho que é um grande treinador, é justo que continue o seu trabalho e leve o país à mais uma Copa do Mundo. Vai terminar o seu ciclo com um tempo de treinamento e Eliminatórias para a Copa. É o tempo que todos defendem para um treinador fazer o seu trabalho especialmente na Seleção. Vai ganhar a Copa por causa disso? Não sei. Ganhar Copa é muito difícil para qualquer Seleção. Só brasileiro que acha que vai ganhar todas as Copas que disputar e depois fica decepcionado quando não ganha.



O Brasil tem que jogar uma boa Copa. Fazendo isso tem até chance de ser campeão. É o caminho. Não existe campeão de véspera. A única Seleção que pode perder a Copa é a França, que vai defender seu título no Catar. As demais vão tentar vencer. Garanto que uma será campeã. Esse é o futebol desde sempre.