• Futebol em Rede

Time de Guardiola merece respeito

A vitória diante do Arsenal no final de semana, 3 a 1, pela Premier League fez renascer a esperança de Guardiola em continuar na primeira linha do futebol europeu. O Manchester City não repete a campanha arrasadora da última temporada. Hoje tem no Liverpool um adversário de peso para brigar pelo título inglês. No entanto, os Citizens voltaram a jogar bem. Contra o Arsenal saíram na frente em questão de minutos e evitaram qualquer tipo de reação do adversário com uma avalanche no segundo tempo. Guardiola não tirou da cartola nenhuma tática revolucionaria. O que funcionou foram as velhas soluções da equipe. O argentino Aguero ( Foto – skysports.com ) mostrou faro de gol, fez os três gols do seu time no clássico e provou porque segue sendo indiscutível na função e Gabriel Jesus, não consegue espaço. Aguero é o matador dos grandes jogos. É o maior artilheiro da história do clube e o auxiliar de Tite, Cléber Xavier, assistiu de perto o jogo e deve ter anotado em letras maiúsculas, Kun Aguero ainda é mortal. Outra velha arma dos Citizens começa a se aprumar. De Bruyne passou longo tempo se recuperando de lesão e contra o Arsenal, além de criatividade, soltou um caminhão de belas finalizações. O goleiro do Arsenal, Leno, fez o que pode em campo. Segurou De Bruyne, mas não sobreviveu à Aguero. Guardiola, esperto, tratou de poupar suas velhas armas no final do clássico. Com Aguero e De Bruyne afiados, os Citizens voltam a merecer respeito na Inglaterra e na Europa.

#ManchesterCity