• Futebol em Rede

Tiago Nunes está perdido


Tiago Nunes está perdido no Corinthians ( Foto – Daniel Augusto Jr. ). São vários os sintomas que indicam a situação do treinador. Não compreender o risco eminente de ficar fora da segunda fase do Campeonato Paulista e enxergar desempenho nos seis jogos sem vitória da equipe, é grave. Pior, justificar que não fossem os detalhes a equipe estaria nove pontos acima da tabela, é desalentador. É fugir da realidade para evitar os problemas.


O jogo contra o Ituano dá a dimensão da crise. Verdade que o Corinthians tomou um gol quase espírita, fruto de um cruzamento errado. Porém, não podemos apagar a falha de Cássio no lance. O Corinthians criou sim mais do que o Ituano no primeiro tempo. Empatou nos minutos finais com Luan, mas voltou pior para o segundo tempo. As mudanças promovidas pelo treinador foram ineficientes. Trocou seis por meia dúzia. Nada de mudança tática ou de postura. Só mudou nomes em campo.


Tiago Nunes é bom treinador. Provou isso com dois títulos importantes, Copa do Brasil e Sul-Americana. Porém, chegou ao Corinthians amarrado em uma ideia de jogo e preso em nomes que não representam muita coisa no clube. Com tudo seguindo na direção errada, passou a procurar soluções onde elas não estão. Araos é um exemplo claro. Não serviu ao Corinthians e nem ao clube que foi por empréstimo. De repente, vira solução em campo. O mesmo, vale para a peça chave do meio campo, Camacho.


Desde a sua chegada acumulam-se decisões erradas. Lateral que vira zagueiro para deixar o time. Implodir a estrutura defensiva da equipe. No desespero trocar o atacante, Love no lugar de Boselli ou Gustavo no lugar de Boselli. Não deu certo, negocia o substituto. Substituir Cantillo por Araos é inacreditável. Araos nem tocou na bola direito. Tirar Cantillo e deixar Camacho indica que o treinador está preso a ideias erradas.


Repito, considero Tiago Nunes bom treinador. Pode até conseguir o milagre de consertar o time, mas será na base do erro e acerto e de forma demorada. O apelido do Athlético Paranaense é Furacão, mas nem de longe é comparável ao estrago que a tormenta de eliminações seguidas causa no Corinthians. No Corinthians, tempestade faz vítimas e o tempo corre mais rápido. Algo está errado com o treinador. Ele está perdido ou virou refém de ideias e promessas que estão empurrando tudo para o ralo.