• Futebol em Rede

Teste foi difícil para o líder

Teste foi difícil para o líder. Vencer o Athlético PR, mesmo sem força máxima e em casa, não foi fácil. Além disso, o jogo foi revelador. O Palmeiras adora jogar pressão no adversário quando atua em casa e desta vez, sofreu. Porque, o rival foi melhor no primeiro tempo, teve o domínio da bola, do jogo e o erro, esperado pelo time paulista, não aconteceu. Só na etapa final, veio o lance fatal e a vitória do favorito Palmeiras.

O Palmeiras tem mais time, não deveria apostar na pressão e sim impor seu estilo de jogo. Assim, tirava o adversário da zona de conforto em campo. Parece que, forçar o erro é mais importante do que jogar. Quando o adversário entende a estratégia, consequentemente, tira proveito e esfria a partida. Acima de tudo, deve ficar a lição. Buscar o jogo é o melhor caminho para quebrar a resistência. O Palmeiras venceu, foi melhor no segundo tempo, mas sofreu além da conta.

O clima tenso de forçar o adversário, cria situações que Felipão ( Foto ) deveria rever. Ainda mais, após essa vitória difícil. O time fica afoito com a resistência do adversário, as jogadas começam a falhar e surge nervosismo e uma dose desnecessária de violência em campo. Fica pilhado. Quando o time impõe o jogo, a situação vira. Foi assim que surgiu o gol do jogo. O Palmeiras cria no ataque, veio o erro de Marcio Azevedo e pênalti em Dudu. A invencibilidade continua, mas o treinador precisa rever a estratégia.

#palmeiras