• Futebol em Rede

Sorte e competência


Sorte e competência foram as marcas do Liverpool na vitória contra o Sheffield United, 1 a zero, fora de casa. Como resultado, liderança absoluta na Premier League e a decima sexta vitória consecutiva. O jogo estava difícil. Acima de tudo, a falha do goleiro rival ajudou na vitória. Além disso, Jurgen Klopp ( Foto – Divulgação ) deu show de competência. Mudou a formas de jogar para abrir o jogo.


Mais digno de nota, a competência é aliada da sorte. O treinador alemão eleito o melhor do mundo pela FIFA, tratou de mostrar trabalho. Mudou a posição dos laterais para explorar falhas da marcação adversária. Trocou um meia por um atacante e mexeu na posição de todos no ataque. Com as mudanças, ele abriu o jogo e forçou o erro adversário. Foi de forma inquestionável o destaque do jogo.


Certamente, a sorte ajudou. Com a pressão criada, um chute da entrada da área de Wijnaldum, contou com a falha incrível do goleiro adversário para sair o gol do jogo. Com o rival abatido, o Liverpool justificou o resultado com mais chances claras de gol. Acima de tudo, foi um exemplo. Fazer por onde dentro de campo para a sorte colaborar. Por todos esses motivos, o Liverpool é o time a ser batido.