• Futebol em Rede

Será o Benedetto…..foi

A estratégia do Palmeiras de segurar o Boca Juniors em La Bombonera na semifinal da Libertadores, foi errada. O time brasileiro quase não apareceu no ataque e não segurou a bola. Resultado, pressão por parte do adversário e derrota. Benedetto ( Foto ) foi o herói do jogo. Entrou, fez um gol de cabeça e um golaço de fora da área que deixou o zagueiro palmeirense a ver navios. Com o resultado o Palmeiras respira por aparelhos. Verdade seja dita. O Boca tentou mais o jogo. Tinha a obrigação de fazer o resultado e criou mais chances de gol. O Palmeiras facilitou dando chutões para o ataque e não ficando com a bola. Ficou a impressão que o empate era o objetivo brasileiro. Só esqueceram que para segurar o empate num jogo é necessário ficar com a bola. Tentar travar o jogo não é só marcar bem, é preciso ter a bola, cadenciar o ritmo e o Palmeiras não fez isso. Levou um castigo enorme na bagagem para o jogo de volta. O Boca jogou pouco. Nem de longe foi uma avalanche em busca do resultado. A troca de atacantes, saiu Ábila para a entrada de Benedetto decidiu a partida. Benedetto, 28 anos, considerado o titular do ataque, ainda sem a forma ideal devido ao longo período de recuperação de lesão, foi bem no gol de cabeça que abriu o placar e implodiu a zaga do Palmeiras com o segundo gol. Será difícil reverter. Para os otimistas faltam 4 jogos e um milagre para o sonhado mundial. Para os pessimistas, o mundial foi adiado pelo Benedetto.