top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

Seleção Sub-15 Masculina conquista o título invicto do Sul-americano


Na decisão, o Brasil passou pela anfitriã Argentina, dando o “bote” no momento certo

A Seleção Brasileira Sub-15 Masculina garantiu o título do Campeonato Sul-americano 2022 da categoria ao derrotar a Argentina, neste domingo (20 de novembro), na grande final, por 72 a 67 (38 a 40 no primeiro tempo), atuando no estádio Obras Sanitárias, em Buenos Aires, na Argentina. Além do título invicto, o Brasil garantiu também classificação para a FIBA U16 AmeriCup 2023, alcançado seu objetivo inicial nesta competição.

E, como já era esperado, foi um confronto difícil e equilibrado, com a tática do técnico Bruno Porto funcionando bem. No primeiro quarto, o selecionado nacional começou melhor, mas a equipe da casa reagiu e assumiu o comando do marcador na parte final. No segundo período, o selecionado nacional cresceu de produção e ficou na frente diminuindo a vantagem do rival – 15 a 20 (primeiro quarto) e 23 a 20 (segundo quarto).

Na volta do intervalo, o conjunto nacional manteve o quadro evolutivo e ficou mais uma vez na frente, desta vez com vantagem mínima. O “bote” final do Brasil aconteceu nos dez minutos finais, com a equipe conseguindo um bom rendimento e impondo a sua maior vantagem, sobre o rival para desgarrar um pouco no placar e vencer, conquistando o título – 14 a 13 (terceiro quarto) e 20 a 14 (quarto final).

Os atletas mais efetivos foram Pedro Rodrigues (18 pontos), Pedro Fernandes (17 pontos e 03 rebotes) e Matheus Monteiro (14 pontos e 04 rebotes), pelo Brasil; Ivan Pratto (15 pontos e 15 rebotes – double-double) e Juan Arias (13 pontos e 04 assistências), em favor da Argentina.

E, Matheus Monteiro foi eleito o Jogador Mais Valioso (MVP) da competição, além de integrar o quinteto ideal, que também contou com o compatriota Pedro Fernandes. Completaram o time: Ivan Pratto (Argentina), Joaquin Taboada (Uruguai) e Adrian Córdoba (Colômbia).

“Quero parabenizar a garotada pela conquista invicta, batendo o time da casa na decisão. Sabíamos que seria um confronto difícil, mas que tínhamos totais condições de vencer, como ocorreu. Amplio os cumprimentos à comissão técnica e a nossa equipe do naipe masculino. Agora, é dar sequência ao desenvolvimento desses garotos, através das competições de base e dos camps de treinamentos, visando à Copa América de 2023”, comentou o presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), Guy Peixoto Jr.

Além do campeão Brasil, a Argentina (vice-campeã) e Uruguai (terceiro colocado) garantiram vaga na FIBA U16 AmeriCup 2023. Completaram a classificação: 4º) Paraguai, 5º) Colômbia, 6º) Equador, 7º) Chile e 8º) Bolívia.

Foto: FIBA



Comments


bottom of page