top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

Santos tem elenco dividido e torcida por Marcelo Teixeira


Uma fonte muito ligada ao elenco do Santos (muito ligada mesmo) contou fatos sobre o dia a dia do clube que, com certeza, ajudam a explicar os motivos que levam o Peixe a colecionar fracassos nos últimos anos.

O Peixe vem sendo eliminado seguidamente de competições. Neste domingo, com um rendimento pífio, o time foi derrotado pelo Bragantino por 2 a 0.

O placar poderia ter sido muito maior, não fossem, mais uma vez, as defesas milagrosas do goleiro João Paulo.

A primeira informação (sim, informação, pois confio plenamente na fonte) é que o elenco atual não esconde a torcida para que Marcelo Teixeira volte à presidência do clube, na eleição que será realizada no final deste ano.

Andrés Rueda já disse que não será candidato à reeleição. Em Santos, são fortes os rumores de que Rueda estaria disposto a apoiar Marcelo Teixeira no pleito.

Rueda, inclusive, num gesto para mostrar seu apoio a Teixeira (que já foi presidente do clube em dois mandatos), permitiu livre acesso do ex-dirigente às contas do clube.

Marcelo Teixeira se debruça sobre a contabilidade do Santos.

Não quer ter surpresas com as contas se ganhar a eleição, que ocorrerá em dezembro.

Ex-jogadores que atuaram no clube nas gestões de Marcelo Teixeira conversaram com jogadores do atual elenco e disseram a eles que Teixeira costuma investir no futebol, muito mais do que Andrés Rueda, e pagar salários muito mais altos do que o atual presidente costuma pagar.

Andrés Rueda construiu a fama de pão duro, de sovina, por não querer endividar o clube no que se refere ao departamento de futebol.

Rueda se recusa a inchar a folha salarial.

A fonte garantiu também que grande parte do elenco atual faz restrições ao trabalho do técnico Odair Helmann.

E que há um racha evidente entre os jogadores.

O elenco é dividido em três grupos.

O primeiro grupo é comandado pelo goleiro João Paulo, o capitão da equipe.

Outro grupo tem o zagueiro Maicon no comando.

Um terceiro grupo é formado pelos evangélicos do elenco. São chamados de “grupo dos crentes” e tem o lateral-esquerdo Felipe Jonatan, atualmente em recuperação de uma cirurgia no joelho esquerdo, como líder.

De acordo com a fonte, o auge da crise entre os grupos do João Paulo e do Maicon ocorreu antes e durante o jogo com o Ituano, vitória do time de Itu por 3 a 0, que eliminou o Peixe da fase decisiva do Campeonato Paulista deste ano.

Mesmo divididos, os grupos se uniram para reivindicar uma gratificação extra caso o time consiga derrotar o Bahia, nesta quarta-feira, em Salvador, e seguir em frente na Copa do Brasil.

Do total de R$ 2,5 milhões a que o clube terá direito se passar de fase, os jogadores pediram e o presidente Andrés Rueda aceitou pagar 65% do valor ao elenco.

No primeiro jogo entre as duas equipes, disputado na Vila Belmiro, houve empate em 0 a 0.

Quem vencer o jogo, fica com a vaga.

Se houve empate, a decisão será nos pênaltis.


Wladimir Miranda cobriu duas copas do mundo (90 e 98). Trabalhou nos jornais Gazeta Esportiva, Diário Popular, Jornal da Tarde, Diário do Comércio e também na Agência Estado. Iniciou no jornalismo na Rádio Gazeta. Trabalhou também na TVS, atual SBT. Escreveu dois livros,de grande aceitação no mercado editorial: O artilheiro indomável, as incríveis histórias de Serginho Chulapa e Esconderijos do futebol.

Comments


bottom of page