top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

Santo André tem novo campeão Brasileiro de Boxe

Rubens “Manchinha” Santos reconquista título dos pesos galos. Já Pedro “Diamante Negro” Conceição vence a segunda luta como profissional


O pugilista Rubens “Manchinha” Santos reconquistou o título Brasileiro dos Pesos Galo ao derrotar Waldeci Ferreira (Pará), no sábado (04 de março), no Vila Souza AC, no Guarujá (SP). Na luta que foi a principal da noite, o pugilista da The Oliveira Brothers (TOB) almejava recuperar este título, que fora perdido em novembro de 2021, e obteve êxito.

“Manchinha tentou revanche, mas o detentor do cinturão não aceitou e preferiu deixar o título da categoria vago a defender. Portanto para tornar se campeão, Manchinha teria que enfrentar e vencer Ferreira”, explicou o manager Ivan de Oliveira.

O boxer andreense iniciou o combate cauteloso, porém a partir da metade do segundo round passou a desferir o seu arsenal de golpes, fazendo Ferreira cambalear. No terceiro assalto, Manchinha aumentou o ritmo o que fez Waldeci sentir duras combinações de golpes, tanto no corpo, quanto na cabeça. Tamanho castigo fez o corner de Ferreira paralisar o combate, decretando o TKO (nocaute técnico).

Com este resultado, Rubens “Manchinha” Santos a reconquistou o cinturão de campeão Brasileiro e agora ostenta um cartel de 11 vitórias e apenas uma derrota.

“Fiz um camp de treinamento muito bom para essa luta. Atingi a categoria muito bem e fiz uma ótima recuperação. Me senti muito bem na luta. Estava com a estratégia na cabeça e consegui colocar em prática todo o plano tático. Fiquei um pouco chateado porque queria lutar mais, mas infelizmente o meu adversário desistiu no quarto round. De toda forma, estou muito feliz com o meu desempenho e sei que estou no caminho certo”, relatou Manchinha.

“Pretendo fazer mais três boas lutas esse ano, pois em 2024 eu pretendo estar pronto para buscar o título Latino e, consequentemente me ranquear nos principais organismos do boxe mundial. Acredito no meu potencial e no trabalho da minha equipe. Vamos ser campeões mundiais” complementou Rubens.

Na abertura do programa, Pedro “Diamante Negro” Conceição, que já representou o Brasil em campeonato continental e mundial juvenil, aparece como uma das figuras mais valiosas do boxe profissional nacional atual. Dono de um estilo clássico e muito técnico, Pedro esbanjou talento e muito controle de distância, dominando o brioso Harold Araújo a quem venceu por pontos em decisão unânime.

“Essa foi uma luta em que me senti muito bem. A preparação foi muito forte com meus parceiros de treino, então quando cheguei na luta, estava confiante que teria uma boa performance e foi o que aconteceu. O jogo casou logo no primeiro round e consegui me impor com firmeza e golpes rápidos, fazendo o meu adversário se perder e ficar na minha distância. Foi uma luta onde me senti muito bem fisicamente, tecnicamente, taticamente e mentalmente”, explicou “Diamante Negro”.

“Os próximos passos para a minha carreira estão sendo planejados pelo meu manager Ivan de Oliveira, junto com toda a equipe. Mas se depender de mim, quero lutar novamente o quanto antes” completou Pedro.

Já o técnico da equipe, João Victor de Oliveira, falou sobre a preparação dos atletas e quais serão os próximos passos deles. “A preparação foi muito boa. Ambos renderam muito bem nos treinamentos físicos e técnicos, e sinto que houve evolução. Fizemos bons sparings e creio que isso amadureceu e deu mais confiança aos dois atletas para esta luta”, relatou.

“Vamos continuar trabalhando para adaptar e melhorar mais o estilo de luta do Pedro, que ainda está em transição do boxe olímpico para o boxe profissional, além de buscar aumentar o grau de dificuldade nas próximas lutas do Manchinha, para que possamos chegar preparados para as grandes competições e desafios futuros”, completou João Victor.

A equipe de boxe The Oliveira Brothers (TOB) tem raízes andreenses. Servilio de Oliveira, primeiro brasileiro a conquistar uma medalha olímpica no boxe é pai dos fundadores da equipe, Gabriel é Ivan de Oliveira. Além do técnico João Victor, filho mais velho de Ivan, a equipe ainda conta com o Luiz “Bolinha” Oliveira, segundo filho de Ivan, que faz parte da equipe olímpica permanente e está na rota da classificação para os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024.


Se depender da família Oliveira, o Boxe voltará a ser um esporte vencedor e popular em Santo André.

Foto: Divulgação/TOB



bottom of page