• Futebol em Rede

Santo André é eleita “Cidade Sul-americana do Esporte 2022”


Passado, presente e futuro, ou seja, história, ação e planejamento. Assim, Santo André foi laureada, na quarta-feira (10 de novembro), no 1º de Maio FC, em Santo André (SP), como a “Cidade Sul-americana do Esporte 2022”. Com isso, o município pode exibir com alegria e orgulho o selo de excelência conferido pela Aces Europe, entidade ligada ao Parlamento Europeu, que conta com chancela do União Europeia e da Unesco.

O prefeito Paulo Serra, que sempre deu muito apoio ao esporte de alto rendimento e formação, comemorou a justa escolha. “Estamos voltando a ser protagonistas. A cidade de Santo André sempre foi uma grande referência esportiva e esse prêmio vem coroar o momento de reconstrução. Depois de uma pandemia, ter esse momento é algo muito especial. Iniciamos, com a saudosa Lais Elena, a construção de uma gestão no esporte ligada à educação, à saúde, e agora estamos colhendo os frutos”, comemorou o prefeito Paulo Serra.

Para Marcos Fernandes Filho, diretor de alto rendimento da Secretaria de Esportes e Práticas Esportivas de Santo André, este é o reconhecimento do trabalho que vem sendo executado pela atuação gestão esportiva da cidade, com total apoio do prefeito Serra. “Conquista muito importante através do reconhecimento deste selo da Aces Europe, que pela primeira vez foi concedido a uma cidade sul-americana. Nosso município foi indicado, primeiro pelo rico histórico e legado que foi deixado pelo esporte de rendimento nos anos 80 e começo dos anos 90. E, também, pela indicação feita pelo professor João Macário, que é andreense e fez a ponte com os integrantes da Aces”, explicou.

“Estamos muito contentes, pois foram quatro dias de avaliação, com os europeus visitando as nossas instalações e ouvindo os históricos de todas as modalidades esportivas. E, na noite de quarta-feira, ficamos sabendo que a cidade havia os pontos necessários – aliás, bem mais que o mínimo exigido – para ganhar e ostentar o selo”, acrescentou Marcos.

A premiação, no entanto, não é o objetivo final, pois, de acordo com Marcos Fernandes Filho, este foi um incentivo a mais para que o trabalho de excelência continue. “Agora, com esse reconhecimento devidamente chancelado, aumenta muito a nossa responsabilidade, uma vez que vem junto a cobrança. Estamos nos preparando com a retomada de todos os equipamentos e mais os que foram entregues nos últimos anos, como a piscina do Complexo Desportivo Pedro Dell’Antonnia, que foi toda revitalizada, remodelada e modernizada para atender tanto o treinamento como os cursos esportivos e competições internacionais de natação, já que atende aos padrões olímpicos”, explicou o diretor, salientando que a outra piscina, a semiolímpica, está em reforma e será entregue nos mesmos moldes.

“Além disso, conseguimos converter sete campos de futebol para o gramado sintético e iluminados, o que dá a chance do uso até as 22h. Todos com vestiários e alguns até com parques acoplados, o que faz com que a comunidade tenha não só o futebol, mas também uma academia ao ar livre e um centro cultural. Tudo isso pensando na maior utilização possível e no uso aberto e livre para várias faixas etárias”, completou Marcos.

Para Arilza Coraça, que vive intensamente o esporte andreense há muito tempo, a conquista deste selo de excelência é mais do que merecido. “Estamos muito confiantes em parcerias para montarmos equipes mais competitivas e intensificarmos nosso trabalho de formação”, finalizou a técnica de basquete.

Foto: Jorge Bevilacqua/Divulgação