• Futebol em Rede

Reagir em casa

Reagir em casa é a única solução para o Internacional ganhar a Copa do Brasil. A estratégia do primeiro jogo contra o Athlético PR, em Curitiba, não deu certo. Odair Hellmann ( Foto – Divulgação ), apostou no contra-ataque e perdeu, 1 a zero, graças a falha de Edenílson no gol do adversário. Primeiro de tudo, o jogo foi equilibrado e com poucas emoções. A tática gaúcha exigia erro zero.

O Internacional teve bons momentos. O problema foi a distância do meio campo para o isolado Guerrero no ataque. Assim, o sonhado contra-ataque não saiu. As jogadas mais perigosas dependeram da chegada de alguém na frente. Da mesma forma, jogar fechado na defesa, deu campo ao rival. Um erro ou descuido e o castelo desmoronava. Uma tabela de Bruno Guimarães com Marco Ruben, resolveu o jogo.

Acima de tudo, o Inter tem mais time e mais experiencia. Terá que recordar o sufoco contra o Palmeiras, nas quartas de final, para reverter o quadro. Certamente, Tiago Nunes vai usar a mesma fórmula que Odair Hellmann tentou em Curitiba. A diferença, o Furacão, encaixa melhor nesse estilo de jogo. O título ainda está em aberto. O jogo final promete mais emoção do que o primeiro. Pressão no ataque e erro zero é o caminho para os gaúchos.