• Futebol em Rede

Reação azul e o rival nas cordas

Reação azul e o rival nas cordas, foi a grande surpresa na retomada do futebol após a Copa América. Primeiro de tudo, o Cruzeiro passou dias de terror com escândalos financeiros, ameaça de perder pontos por dívida e afastamento de dirigente. Além disso, o time de Mano Menezes estava numa sequência de nove jogos sem vitórias. O trem azul deveria descarrilhar no clássico. A pressão fez o rival pagar a conta. O Cruzeiro venceu por 3 a zero e colocou o Atlético MG nas cordas.

Como resultado, a reação deu uma revigorada no clube. Os escândalos não irão sumir, mas estão debaixo do tapete. Mano Menezes ousou, apostou em Pedro Rocha ( Foto – Divulgação ), ele decidiu o clássico e colocou Fred no banco para jogar sem atacante fixo. Devido a, nova estratégia, teve mais homens no meio campo e resgatou Pedro Rocha que prometia desde os bons tempos do Grêmio e estava apagado desde a transferência para o Spartak de Moscou. Pena que o empréstimo do jogador é relâmpago, vale só até o final da temporada do Brasil.

Acima de tudo, o placar no clássico mineiro, joga o Cruzeiro praticamente para a semifinal da Copa do Brasil. Atual bicampeão e time com maior número de conquistas na competição, o time mineiro cresce na hora certa e deve ser temido. Ainda mais, tendo uma crise de bastidores para superar, um tricampeonato poderia lavar a alma azul. Entra dinheiro para aplacar a crise e resgata a confiança arranhada nos últimos tempos. O trem azul voltou atropelando e o rival nas cordas, já entendeu o recado.

#cruzeiro