• Futebol em Rede

Ramírez é o Tiago Nunes do del Valle

Ramírez é o Tiago Nunes do del Valle. Se assustou com a manchete? Vai causar comichão em muita gente, inclusive da imprensa, mas é a pura verdade. Miguel Ángel Ramírez é o nome do Palmeiras para o lugar do "superado" Luxemburgo. Não deixa de ser uma aposta corajosa num técnico que trabalha num Campeonato fraco como o Equatoriano, mas que conseguiu alguns bons resultados nos torneios sul-americanos.



É preciso entender que os Campeonatos Nacionais na maioria dos países sul-americanos tem pouca qualidade e poucos clubes. O que está acontecendo é que esses clubes, ou os mais ousados e fortes, inteligentemente estão voltando suas baterias para as competições internacionais e se preparam para isso. É melhor para o Independiente del Valle ser campeão, ou finalista, de uma Sul-Americana do que ser campeão Equatoriano. Dá mais dinheiro e maior visibilidade. No ano passado ficou em quinto no Equador.



Isso não deslustra de maneira nenhuma o bom trabalho de Ramírez. Mas sua trajetória lembra, guardadas as devidas proporções, a de Tiago Nunes no Athlético Paranaense e por isso a analogia na manchete. Todos que defendem o trabalho de Ramírez argumentam que o seu time joga um futebol moderno e que foi campeão da Copa Sul-Americana de 2019, aliás, é o único título que esse jovem treinador (apenas 35 anos de idade) tem no seu currículo. É um novato e até por isso não dá para exigir um currículo recheado de títulos.



Tiago Nunes era também um dos queridinhos da imprensa até chegar ao Corinthians e se perder totalmente. Ele não entendeu o tamanho do Corinthians. Ele não percebeu que o Corinthians mesmo que vá para a Série B ainda assim é maior que o Athlético Paranaense. É claro que essa história pode mudar com o tempo, mas não será nessa década. O próprio Furacão, em que pese estar bem na Libertadores desse ano, vai mal no Brasileiro e perdeu o bonde da história quando conseguiu incomodar os grandes e não se reforçou para melhorar sua posição no cenário nacional.



No Paraná, Tiago Nunes também foi campeão da Sul-Americana. Foi um ano antes de Ramírez, em 2018, além disso conquistou a difícil Copa do Brasil eliminando o Flamengo, no ano passado. É jovem também, tem apenas 40 anos de idade, com um pouco mais de rodagem e títulos que Ramírez e mesmo assim cometeu erros primários no Corinthians.



É um aviso para o técnico espanhol do Independiente del Valle na sua provável chegada ao Palmeiras. As coisas não são iguais. Aqui tem pela frente um difícil Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e uma boa campanha deixada pelo técnico Luxemburgo na Libertadores. É preciso saber no que mexer e no que poderá ajudar. Se meter os pés pelas mãos como fez o ex-técnico do Corinthians será mais um engolido pelas suas próprias pretensões. A melhor qualidade do ser humano é conhecer seus limites e entender o seu meio. Ah, Ramírez, o Palmeiras também, a exemplo do que é o Corinthians em relação ao clube anterior de Tiago, é bem maior que o Independiente del Valle. A mudança para você é radical. Será para o clube? Boa sorte.



Em tempo: Tenho certeza absoluta que Tiago Nunes e Ramírez conhecem muito de futebol. O problema é achar que inventaram o futebol. Aí, cai do Cavalo e vira burro.