top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

‘Projeto Futuro Paralímpico 2023’ será iniciado em maio

Serão Escolinhas de Iniciação Esportiva em três modalidades: Atletismo, Basquete em Cadeira de Rodas e Vôlei Sentado


O Instituto Brasileiro de Inclusão Sociocultural (IBISC) dá início em maio ao ‘Projeto Futuro Paralímpico 2023’, que contemplará três modalidades, através das Escolinhas de Iniciação Esportiva: Atletismo, Basquete em Cadeira de Rodas e Vôlei Sentado. Estas atividades são voltadas aos portadores de deficiências físicas.

“Estamos muito felizes e animados em dar início a esse projeto, que vai trabalhar na formação de atletas em três importantes modalidades paralímpicas. A ideia principal é proporcionar uma atividade saudável a garotada. E, quem sabe, detectar algum talento que possa disputar competições oficiais representando o Brasil, chegando aos Jogos Paralímpicos”, destacou Valdemir Pereira Silva, gestor do projeto.

O Basquete em Cadeira de Rodas será realizado no Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), na Zona Sul da cidade de São Paulo (SP) – Rodovia dos imigrantes, km 11.5, sem número, na Vila Guarani. Já o Vôlei Sentado e o Atletismo terão como sede o Parque da Juventude, em Mauá (SP) – Rua Francisco Ortega Escobar, na Vila Noêmia.

As inscrições deverão ser feitas nos locais das práticas das respectivas modalidades. Já as informações complementares poderão ser obtidas nas redes sociais do Instituto Brasileiro de Inclusão Sociocultural (IBISC).

O ‘Projeto Futuro Paralímpico’, que é realizado através da Lei de Incentivo ao Esporte do Estado de São Paulo, conta com patrocínio da Braskem, L'Oréal, AT&T e COOP.

Imagem: Divulgação/Ibisc



Comentarios


bottom of page