• Futebol em Rede

Pelé foi perfeito, mas Banks foi ainda melhor na defesa do século

Morreu o gigante Gordon Banks aos 81 anos de idade. Mais um goleiro de Pelé. O inglês era considerado na década de 60/70 um dos melhores do Mundo ao lado do russo Yashin. Fez história no Stoke City, nunca jogou nos grandes do futebol inglês e teve poucos títulos de clubes na carreira, mas foi campeão mundial com o Ingles Team, em 1966, sendo um dos destaques de um time que tinha Bobby Moore, Hurst, Bobby Charlton entre outros.Técnico era o ex-lateral inglês da Copa de 50, no Brasil, Alf Ramsey. Banks entrou também para a história por uma defesa espetacular, chamada a defesa do século, numa cabeçada de Pelé, na Copa de 1970, no México.

O Brasil acabaria vencendo o jogo por 1 x 0, gol de Jairzinho depois de um jogada magistral de Tostão para Pelé que tocou na medida para o camisa 7 fuzilar a meta inglesa com Banks e tudo. Pelé fez tudo certo na jogada imortalizada pela defesa extraordinária. Jairzinho fez um belo cruzamento pela direita e Pelé cabeceou para baixo com muita força, perfeito, era gol certo, Tostão já estava começando a comemorar e o próprio Pelé também, mas Banks se superou e fez uma defesa mágica. Foi mais do que perfeito.

Digo que Banks foi mais um goleiro de Pelé porque muitos através dos tempos se consagraram defendendo suas jogadas e outros pelos gols que não tomaram. Viktor, da então Tchecoslováquia, no primeiro jogo viu Pelé tentar o gol do meio campo e quase conseguir. O uruguaio Mazurkiewicz foi enganado por Pelé naquele que foi um dos mais bonitos gols perdidos em Copas do Mundo.

E há também o primeiro goleiro de Pelé, o Zaluar, do Corinthians de Santo André, que tomou o primeiro gol do garoto que ainda tinha o apelido de Gasolina. Conheci Zaluar e ele entregava para todo mundo um cartão de visita com os dizeres: “O primeiro goleiro de Pelé”.

#Pelé #brasil #Jairzinho #Hurst #BobbyMoore #Tostão #Inglaterra #Banks