top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

PAULISTAS LIDERAM ENTRE OS INVISÍVEIS


O final da temporada 2022 no futebol brasileiro traz poucas novidades. Nas Séries C e D nacionais, disputas quase invisíveis, o futebol paulista teve amplo destaque. Dos oito clubes que conseguiram acesso nessas divisões, três equipes são de São Paulo. O futebol potiguar conseguiu resgatar seus clubes tradicionais. O Vitória que já foi vice-campeão brasileiro volta a respirar. Minas apresentou o Pouso Alegre e a grande surpresa foi o Amazonas, recém fundado.


Os paulistas representam a maior força do futebol brasileiro. São 23 títulos na elite nacional e três gigantes do estado figuram entre os maiores vencedores brasileiros na Libertadores da América. Mirassol, campeão da Série C, e Botafogo estarão na Série B/2023. Caso o Novorizontino permaneça, serão meia dúzia de paulistas brigando por vaga na elite nacional. O São Bernardo subiu para a Série C. Todos que conseguiram acesso na temporada são equipes da elite paulista, disputam o campeonato estadual na divisão principal.


A surpresa agradável foi o futebol potiguar. O América RN conquistou seu primeiro título nacional com a Série D, já disputou a elite quinze vezes e vai brigar na Série C pela oitava vez na história. O rival ABC, campeão estadual, já esteve na elite nacional quatorze vezes, conseguiu voltar à Série B. Detalhe, o ABC conseguiu o segundo acesso seguido. Da D para a C e da C para a B. Que sirva de inspiração para o rival.


O grandão que estava ferido e desanimado, Vitória/BA, mesmo cheio de hematomas conseguiu voltar para a Série B. Em profunda crise política e financeira, o rubro-negro baiano vinha acumulando resultados desastrosos. Além de disputar a Série C pela segunda vez na história, o Vitória sequer conseguiu chegar nas decisões estaduais nos últimos anos e não ganha nada desde 2017 quando teve título baiano dividido com seu rival histórico. Com o Bahia voltando para a elite, o futebol baiano sai do ostracismo.


As novidades são Pouso Alegre, que quase foi rebaixado no futebol mineiro e que conseguiu chegar à Série C, e o Amazonas. O time manauara só tem três anos de existência. Ao lado do também novato Manaus, são as caras novas do estado. Num balanço entre os invisíveis na temporada, a constatação é clara. Os paulistas continuam como locomotivas no futebol nacional. Lideram na elite e a cada ano aumentam a sua importância no futebol brasileiro.



Коментарі


bottom of page