• Futebol em Rede

Palmeiras sente falta de armador


Palmeiras sente falta de um armador no meio de campo. Ficou evidente no empate sem gols com o Santos. A estratégia de explorar a velocidade do ataque não vingou porque Raphael Veiga não acertou o pé e no segundo tempo, Dudu pelo meio não conseguiu ajeitar as coisas. O destaque do Palmeiras no clássico foi Felipe Melo ( Foto – Divulgação ), pelo bom posicionamento como zagueiro. Pena que ainda abuse da força excessiva em alguns lances.


Luxemburgo ainda não conseguiu encaixar a criação do meio campo. Raphael Veiga como ponta de lança rende mais. Lucas Lima teve suas chances, mas segue a incomoda irregularidade. Gustavo Scarpa que não foi negociado com o Almeria, já merece ser testado pelo treinador. Ao Palmeiras falta um arco para acionar as flechas Dudu, Willian e Rony. Dudu jogando pelo meio perde naquilo que é melhor, o mano a mano e a finalização.


Recuar Felipe Melo para a zaga foi uma boa ideia de Luxemburgo. Evita o corpo a corpo no meio e os excessos do jogador. Na zaga, Felipe Melo pelo ótimo posicionamento, pela bola alta e liderança, deve fazer a diferença no setor. Com 36 anos, já não seria o mesmo volante. Difícil que o destempero possa ser corrigido. Ele tem muitas virtudes, que desaparecem com inoportunas reações de excesso.