• Futebol em Rede

Os gols de Gabigol

Os gols de Gabigol. São 42 na temporada em 55 jogos, 24 só no Brasileiro. É a melhor fase de sua vida. Mas ele tem feito alguns outros que também merecem destaque. Alguns "contra" e muitos a favor.



O gesto obsceno na final da Liberadores foi desnecessário. Gerou expulsão boba. Também foi expulso bobamente em jogo do Brasileiro. É marrento, às vezes passa do ponto ao gozar o adversário e comemorar seus gols. Toma cartões bobos. Precisa melhorar nesse quesito.



Mas tem se posicionado bem em outras situações. Contra o Palmeiras enquanto comemorava um dos dois gols, a "dócil" torcida palmeirense atirou uma cadeira em sua direção. Fato devidamente registrado na súmula do jogo e que deve gerar punição para o clube. Aliás, não dá nem para discutir. Só tinha torcedor palmeirense no estádio. Era torcida única.



Quando perguntado porque foi comemorar perto da torcida do Palmeiras, Gabigol fez mais um gol desarmando uma pergunta fora de propósito: "Errado são eles de tacar cadeira, não eu de fazer um gol e comemorar". Nada mais correto e ainda acrescentou: "Onde estava a torcida do Flamengo? numa alfinetada na decisão por Torcida Única.



Depois do jogo também comemorou sozinho num espaço vazio onde devia estar a torcida flamenguista. Eu particularmente não entro mais nessa discussão de torcida Única ou não, acho um mal necessário e a culpa é dos violentos das Torcidas Organizadas, então dos males o menor, mas entendi o posicionamento do atacante flamenguista.



Quis dar um recado e ficar bem, ou mais ainda, com o seu torcedor. Foi mais um gol do Gabigol. E pelo jeito vem muito mais por aí. Os adversários que se cuidem.