• Futebol em Rede

Objetivos alcançados no ‘1º Encontro Internacional de Basquete Feminino Virtual’



Sucesso total no ‘1º Encontro Internacional de Basquete Feminino Virtual – 2020’, que foi realizado no domingo (07 de junho), reunindo representantes do Brasil (Santo André/APABA), Chile (Universidad Austral), Argentina (Quimsa) e Espanha (Celta Baloncesto e IDK Euskotren). O evento virtual (aplicativo Zoom) aconteceu nos moldes de um jogo de basquete, ou seja, desde o Warm Up até o Calm Down.

A abertura foi realizada pelo prefeito municipal de Santo André, Paulo Serra, que proferiu belíssimas palavras, seguida pelas boas-vindas de Sérgio Macário, presidente da Associação de Pais e Amigos do Basquetebol de Santo André (APABA).

Para a técnica Arilza Coraça, os objetivos deste primeiro encontro foram plenamente alcançados. “Esta foi uma grande oportunidade para trocarmos informações e experiências. Um momento de inovação, com quatro países reunidos através de um aplicativo, que elevou a motivação das meninas, bem como da comissão técnica. Por isso, afirmo que as nossas metas foram alcançadas”, comentou.

Na visão da atleta Ariadna Felipe, do time andreense, foi uma atividade diferente de tudo que tinha que a equipe havia feito nesses três meses de isolamento social. “A equipe estava motivada na espera desse intercâmbio acontecer e o saldo pós-evento foi totalmente positivo. Ficamos felizes pela repercussão que teve na mídia e uma grata surpresa foi a participação do nosso prefeito, Paulo Serra, nos sentimos honradas por ele nos apoiar, assim como o presidente da APABA”, relatou.

“Tivemos a oportunidade de conhecer um pouco da realidade de outras culturas, de como estão treinando em tempos de isolamento social, depoimentos comoventes de como jogadoras de outros países estão lidando com a abstinência de treinar e jogar basquete; relatos de quem já está num momento totalmente diferente ao nosso, quase que retomando os treinamentos na quadra, como no caso das jogadoras da Espanha”, complementou Ariadna.

Já Arilza Coraça salientou que as anfitriãs deste evento foram Adriana Amado, assistente técnica da equipe andreense, e a professora chilena Andreia Bilbao, da Universidad Austral.

De acordo com a preparadora física do Santo André, Luciane Moscaleski, a euforia do grupo, ‘em particular’, superou as expectativas. “Quando a ideia foi lançada pela Adriana Amado, o motivo maior era que todos, principalmente nossas atletas, vivenciassem essa sensação. A nossa psicóloga, Marcia Regina, em suas sábias palavras, citou uma frase que veio para reforçar esse evento: O Esporte é importante nos momentos de superação, onde a motivação e o desejo de vencer vão além dos limites das quatro linhas”, relatou.

Um momento marcante do encontro foi protagonizado pela técnica Arilza Coraça, que apresentou a equipe da casa com elegância, resumindo em apenas um slide a rica história de 55 anos do basquete feminino de Santo André.

Participaram deste ‘1º Encontro Internacional de Basquete Feminino Virtual - 2020’: a árbitra, Andreia Silva (Federação Internacional de Basketball – FIBA), comissão técnica (técnicos, assistentes, fisioterapeutas, gestores, psicóloga), convidados de honra e atletas dos países envolvidos.

“A dinâmica com Andreia Silva foi de grande aporte aos nossos conhecimentos sobre as novas regras, poucas vezes temos uma oportunidade como esta, ou seja, de alguém nos explicar detalhadamente como funcionam as mudanças que vão sendo feitas; inclusive, quero agradecê-la pela paciência e disponibilidade para esclarecer as dúvidas de todos. A comissão técnica do Santo André está de parabéns pelo trabalho feito na idealização, preparação e concretização do Intercâmbio internacional, que acrescentou conhecimentos e experiências a nossa vida de atleta; desejamos que seja o primeiro de muitos”, comentou Ariadna.

“Os técnicos dos países participantes, que tiveram espaço para falar, nos parabenizaram pelo apoio dado pelo prefeito de Santo André, que gosta e valoriza o esporte. O Paulo Serra, realmente, abordou aspectos importantes a respeito da prática das atividades físicas”, finalizou Arilza Coraça.