• Futebol em Rede

O VAR erra tanto que até parece "desonesto"

O VAR erra tanto que até parece "desonesto". É um erro em cima de outro tirando o clima, a emoção e a beleza do futebol. Prefiro o erro humano ao erro da tecnologia. Quem está operando o VAR é de uma incompetência atroz ou quer apitar o jogo da cabine. Minha sugestão então é tirar arbitro e bandeirinha do campo. Vai ser arbitragem a distância sem nenhum envolvimento com o jogo do jeito que os gênios querem.



Os árbitros de campo estão sem personalidade e esperam o VAR para decidir mesmo quando vêm o lance de forma diferente. O VAR não veio para complicar, veio para resolver os casos mais difíceis, mais escabrosos, ele não veio para apitar o jogo, mas é o que está acontecendo.



Erra tanto que parece "desonesto". É isso mesmo. Atrapalha o futebol ao invés de ajuda-lo. O gol do Luciano, ontem contra o Atlético-MG, foi legal. Ah, mas o ombro, mas o joelho, isso é preciosismo tecnológico. O futebol não é isso. Essa decisão errada do VAR tirou o São Paulo do jogo, desmoronou o emocional de um time que dominava o adversário naquele momento e com justiça fez o seu gol. Ah, mas tomou de 3. É verdade, mas foi muito atrapalhado quando o jogo estava 0 x 0 e isso influiu no resultado final, na minha opinião. É o famoso EMPATA. Acabou com o clima.



Domingo o jogo Santos 0 x 1 Flamengo também foi atrapalhado pelo VAR. O ritmo era intenso, mas as sucessivas paradas puxaram o jogo para baixo. Sem falar que as decisões também não foram conclusivas. Se é para ser interpretativo que deixem o árbitro interpretar. Além do que o VAR se mete a corrigir erros dos jogadores. Domingo Diego Alves falhou bisonhamente na falta de Marinho, mas o VAR corrigiu seu erro anulando o gol porque Jobson teria tentado participar do lance. Se fosse Alison, que tem 4 centímetros a menos que ele, o gol seria validado.



No jogo Botafogo 0 x 2 Internacional também houve preciosismo. O primeiro gol do Fogão foi normal. Ah, mas tinha um biquinho de chuteira à frente. Ah, vão para o inferno, isso não é futebol. O VAR não é para isso. O segundo gol anulado também foi uma aberração. A falta aconteceu no meio-campo e 8 toques depois saiu o gol, mas o VAR voltou lá atras para anular o gol. Para anular esse gol só se a falta tivesse ocorrido no lance imediatamente anterior.



O absurdo é tanto que até tamanho de chuteira tem definido impedimento. Jogador vai entrar em campo agora com fita métrica no bolso. Estão querendo transformar o futebol em corrida de cavalo. A decisão é por um focinho porque tem um BURRO operando o Var.



Eu sei que há uma geração inteira que nasceu dentro do computador e acha que a máquina tem que manipular sua vida, mas ainda o que conta, pelo menos para mim, é o lado humano com erros e acertos. Afinal, o futebol ainda é jogo entre humanos e não um vídeo game idiota. É o que eu penso.