top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

O SONHO DO HEXA ACABOUNA LOTERIA DOS PÊNALTIS


Olá amigos

Infelizmente, o sonhado HEXA foi adiado outra vez. Agora, só em 2026 !!!

A Croácia, todos sabem, é osso duro de roer. Mesmo esgotada por ter vindo de prorrogação no seu jogo anterior, encontrou forças e, na prorrogação, na base do tudo ou nada, perdendo por 1 a 0, completou as substituições colocando todos os artilheiros que tinha no banco.

Nos últimos segundos do segundo tempo da prorrogação achou o empate.

Nos pênaltis, contou com os Deuses da Bola e venceu. Marcou os 5 primeiros pênaltis. O garoto Rodrigo bateu o nosso primeiro pênalti com defesa do excelente goleiro Livakovic. O Brasil nem precisou bater o seu 5º pênalti, porque não alcançaria mais o placar do adversário.

Agora não adianta chorar.

Erros foram cometidos? Sabemos que sim. Servirão de exemplo para 2026? Só os Deuses da Bola sabem.

Analisando friamente o quê aconteceu contra a Croácia no plano de jogo estabelecido por Tite e a sua Comissão Técnica, há que se reconhecer, até a página 2 as coisas funcionaram.

O primeiro tempo foi dos croatas. Me parece ter sido planejamento porque eles iriam se cansar no 2º tempo e muito mais em caso de prorrogação. Mesmo com o coração na ponta das chuteiras Modric e seus companheiros sentiram o desgaste.

Como se esperava o Brasil cresceu e teve boas oportunidades de marcar. Foi melhor, criou chances e Alisson fez só duas defesas.

Os croatas só tinham oportunidades pelo lado esquerdo da defesa brasileira porque Danilo estava quebrando o galho por lá em razão da contusão de Alex Sandro, que é ótimo pelo lado direito.

Aproveito ao tocar nesse assunto, o erro do Tite de não chamar Scarpa, o melhor jogador do Brasileirão, que joga em várias posições (as duas laterais, no meio de campo, no ataque pelos dois lados, exímio cobrador de faltas, excelente garçom e também fazedor de gols.

Voltando ao 2º tempo, achei precipitada a substituição de Vini Jr pelo Rodrigo. Também tardia a entrada do Pedro. Porém o Brasil melhorou e a Croácia começou a sentir os efeitos do desgaste do jogo anterior. Oportunidades foram criadas e o goleiro foi se tornando o melhor em campo.

Tempo regulamentar esgotado o excelente árbitro inglês Malcon Oliver encerra a partida. Um minuto antes do apito final, o Brasil perde duas excelentes oportunidades, uma com Casemiro e outra com Neymar.

Na prorrogação a esperança: os croatas não vão aguentar. Neymar entre as boas chances criadas pelo nosso ataque, em jogada individual faz 1 a 0.

Ufa!!! Qual brasileiro não pensou: iremos para a semifinal.

Liderados por Modricic croatas arrancaram do fundo do coração energias para tentar o empate. Colocaram os atacantes todos que estavam no banco para tentar o empate. Conseguiram e louve-se a dedicação deles.

Aí, a loteria dos pênaltis.

Eles marcam 1x0 na primeira cobrança. Rodrigo bate o nosso primeiro pênalti e o goleiro defende. Não teria sido mais racional Neymar bater esse primeiro pênalti? Ele foi guardado para o fim. E daí para a frente só nos restou a frustração.

O SONHO DO HEXA ACABOU.

Esperemos 2026.

Tite, como já tinha definido, deixará a seleção.

Quem virá? Fala-se que o Abel Ferreira do Palmeiras é o mais contado.

O sonho está adiado por mais 4 anos.

Um abraço.

Lucas Neto



Comments


bottom of page