• Futebol em Rede

O Santos caiu de pé e parou em Cássio

O Santos correu muito atrás da decisão do Campeonato Paulista diante do Corinthians. Perdeu o primeiro jogo e reagiu. Numa noite chuvosa no Pacaembu, derramou uma enxurrada de tentativas de gol para cima do adversário. Precisava de dois gols, fez um e levou para os pênaltis a decisão da vaga. Vendeu caro a derrota. Perdeu nos pênaltis por 7 a 6. O torcedor do Santos deixou o estádio triste, mas não decepcionado. O Santos caiu em pé. Só um time lutou pela vitória, o Santos. Desde os minutos iniciais foi um domínio total. Uma estratégia camicase do argentino Sampaoli. Risco de tomar um contra-ataque mortal existiu. O time foi afoito e nervoso o tempo todo. Errou passes que com os nervos no lugar, talvez não errasse. Faltou para essa enxurrada virar alagamento no adversário, um atacante de área. Faltou o homem gol, aquele que pode ser grosso, ser desligado no jogo e um matador dentro da área. O plano elaborado para levar o Santos à decisão falhou por dois motivos. Não teve um atacante matador e esbarrou num goleiro muito bom. Cássio ( Foto – tudotimao.com.br ) fez dez defesas que pararam o Santos no Pacaembu. Nos pênaltis, nem precisou defender. O que ele fez nos 90 minutos de jogo deve ter pressionado os santistas nas cobranças. É difícil vencer Cássio em noite inspirada. Mais difícil ainda sem contar com um antidoto especialista em campo. Valeu o esforço.

#Santos