• Futebol em Rede

O MILAN ESTÁ ON E ENLOUQUECIDO



O povo rossonero despertou após uma década de hibernação e foi à loucura após a conquista do scudetto. A treva virou um canhão de luz com a promessa de alto investimento de um grupo americano para recolocar o time na briga pelo posto de maior vencedor da Europa, que hoje pertence ao Real Madrid, com folga, são 13 títulos europeus contra sete. O sonho imediato, colocar a segunda estrela na camisa e vencer o Derby Della Madonnina por títulos contra seu maior rival.


As provocações contra o rival na comemoração do título foram histéricas. Não esqueceram do “traidor” Çalhanoglu que trocou de time após quatro temporadas e perdeu o título com a camisa da Internazionale. Nossa Senhora Della Madonnina que fica em cima da Catedral de Milão, corou de vergonha ao ver estendida uma faixa sugerindo que o rival enfiasse a Copa da Itália ganha pela Internazionale no c....


É fácil entender a ferocidade das manifestações. Milan e Inter tem 19 títulos italianos, a cada dez conquistas o time tem direito a colocar uma estrela acima do escudo. A Inter foi campeã com o Milan como vice e o Milan inverteu a situação na atual temporada e evitou a segunda estrela na camisa do rival. O Derby Della Madonnina pela segunda estrela virou a principal disputa futebolística da Itália.


Ibrahimovic, com 40 anos, duas vezes campeão italiano no Milan e três vezes na Inter, sabe que o final da carreira está próximo. Assustado com a situação, ainda não anunciou seus planos. Com charuto na boca, em meio à comemoração do título, deixou no ar a possibilidade de arrastar mais um ano a carreira. Com oito gols e três assistências na temporada, imagina ter folego para tentar um empate de conquistas com as camisas de Milão. No entanto, a cirurgia no joelho pode definir seus próximos passos.


O scudetto tem sabor de vingança para o treinador Stéfano Pioli. Vítima de uma campanha do torcedor rossoneri (#PioliOut), virou o jogo e foi ovacionado com a conquista. Segurar o craque do time, o português Rafael Leão, 22 anos, nos planos do Real Madrid, é o principal desafio para um futuro promissor. Os bons Calabria, Tonali, Maignan e Theo Hernandez, formam a base do time. A promessa de investimento torna o Milan ON para a próxima temporada e a torcida enlouquecida, quer a segunda estrela na camisa.