• Futebol em Rede

O Flamengo é Brasil na Libertadores?

Flamengo é Brasil na Libertadores? Não sei se é Brasil, mas é o futebol brasileiro na principal competição deste lado do Mundo e isso não é pouco. O último brasileiro a nos representar bem foi o Grêmio, que venceu e convenceu. A frase, ou a questão da manchete, remete ao grande Galvão Bueno que numa maneira simples e direta diz que se um time brasileiro chegar na final, é o Brasil na Libertadores. Não deixa de ter sua razão, mas os torcedores rivais não pensam assim. Pelo menos em sua grande maioria.



Por isso não acho também que o Flamengo terá a maior torcida do Mundo na final contra o River Plate. Alguns que se interessam pela vitória rubro-negra para que o chamado G-6 do Brasileiro vira G-8, para se classificar para a Libertadores-2020, talvez até não desprezem uma vitória flamenguista, mas se não ocorrer já estão consolados. O futebol também é feito disso.



Eu particularmente, mesmo sendo Santista e praticamente já classificado no G-4, gostaria de ver o Flamengo campeão. Primeiro porque o time está jogando bem e merece ser campeão, mas também porque é bom o Brasil voltar a vencer e mostrar uma boa cara para o Mundo. Está faltando isso para que os adversários voltem a nos respeitar como antes. Hoje o Flamengo é um time que impõe respeito e ganhou manchetes positivas em todo o Mundo.



Se o Flamengo ganhar será bom para o futebol brasileiro, é o que eu acho, mas se não vencer também terá que ser analisado como positiva sua participação. A não ser que perca de goleada acachapante. Mas resultado normal faz parte. Não é fácil ganhar Libertadores, não é fácil chegar à uma final de Libertadores. O trabalho foi ótimo até agora e o time já é campeão brasileiro e a forma como isso aconteceu mexe com os demais clubes. Tomara que haja uma boa movimentação em torno desse novo Flamengo qualquer que seja o resultado contra o River. Seria salutar para o Brasil.



Respeito o torcedor que não quer o Flamengo campeão por várias razões, mas torcedor é torcedor. A frase já diz tudo. Quem torce, distorce. O torcedor torce e via de regra só gosta de futebol, não entende muito de futebol. Ele vai ao campo e só consegue ver o seu time, raramente analisa o adversário. Essa história de que temos 200 milhões de treinadores é balela, é uma frase feita, mas na verdade mal feita. Não reflete a verdade. Diante disso, não se deve levar provocações de torcedor a sério. Faz parte do jogo e da rivalidade. Está longe de ser uma briga ou guerra sem fronteiras. Menos, muito menos. Até porque se não houver adversário não há jogo e tem gente que se esquece disso todo o dia. Boa final para todos.