• Futebol em Rede

O favorito perdeu o Dérbi

A rivalidade entre Palmeiras e Corinthians sempre superou previsões e expectativas. Não foi diferente no primeiro Dérbi da temporada. Antes do jogo o favoritismo do Palmeiras foi o destaque. Depois do jogo, a frustração dos verdes e a alegria inesperada do rival, foi o contraste do jogo. A vitória do Corinthians, 1 a zero, acabou sendo justa. O Palmeiras decepcionou e viu desabar o favoritismo. O Corinthians ganhou o jogo arriscando pouco e segurando com marcação o setor que deveria ser criativo do adversário, o meio de campo. Mesmo quando o Palmeiras pressionou, a bola não passou pelo meio campo. Dudu criava e finalizava. Jogar com o volante Bruno Henrique como referência no meio foi pouco. Lucas Lima ( Foto – 90min.com ) foi a decepção do clássico. Jogou pouco, criou pouco. Scarpa entrou e nada mudou. Felipão deve pensar melhor em Moisés para o setor. Lucas Lima teve uma temporada boa no Santos antes de deixar a Vila Belmiro. No Palmeiras não agrada, não acha seu espaço no time e virou uma decepção. Ele nunca foi um jogador decisivo, acima da média. Porém, criava. Seus números provam que é jogador mais de assistências do que de gols. Está descalibrado. Parece que sonha ser um jogador e mostra ser outro em campo. Num time que contrata, surgem concorrentes a toda hora, pode acabar sendo descartado. O Palmeiras pilhado demais, cria problemas. O jeitão tosco de Felipe Melo, mostrar valentia a toda hora para conquistar a simpatia da torcida, inflama o time. Deyverson, mais uma vez deixou o campo expulso, por falta de controle emocional. Virilidade e intimação não vencem clássicos. É na bola que time grande resolve jogo e prova favoritismo. Rivalidade fica para o histórico do confronto. É a vontade de jogar que decide o jogo. O Corinthians era inferior, mas teve vontade de sair com o resultado.

#palmeiras