top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

Neymar é insuperável na arte de jogar a carreira no lixo


As oitavas de final da Champions League começam nesta terça-feira, 14/2, para o PSG. O time francês enfrenta o Bayern de Munique, no jogo de ida. Lionel Messi, Kylian Sanmi Mbappé Lotti, Lionel Messi e Neymar são as grandes atrações da equipe francesa.

Com tantos craques, seria lógico supor que o poderoso PSG entra na fase decisiva da maior competição entre clubes do cenário europeu como favorito destacado.

“Favoritaço”, diriam os mais açodados.

Deveria ser assim, mas não é.

Não é assim e não é por culpa de Lionel Messi, ainda em festa por causa da conquista do título de campeão mundial na Copa do Catar, que tanto buscou.

Mbappé também não tem a nenhuma responsabilidade pelo ambiente tenso que ronda ao Parque dos Príncipes.

O problema era e continua sendo Neymar Júnior.

Sempre ele.

O meia/atacante teve uma discussão com Luís Costa, diretor do clube francês, no intervalo do jogo em que o PSG perdeu para o Monaco, por 3 a 1. Pelo Campeonato Francês.

O problema ocorreu porque Luís Costa foi ao vestiário cobrar mais empenho do time, que no intervalo da partida já perdia por 3 a 1 da equipe do Monaco.

Neymar, junto com o também brasileiro Marquinhos, bateram boca com o dirigente. Na verdade, o clube francês não anda nada satisfeito com o comportamento de Neymar há muito tempo.

Várias ameaças já foram feitas pela direção do PSG a Neymar. O jogador é acusado de falta de comprometimento com o clube.

E desta vez a situação ficou bastante complicada. O maior problema é que Neymar tem contrato com o PSG até 2027.

No PSG, Neymar ganha menos do que Messi e Mbappé. Mas, claro, mesmo assim, trata-se de um grande salário.

Enquanto Mbappé recebe 170 milhões de euro por ano, Messi embolsa 41 milhões de euro. Já o salário de Neymar é de 36 milhões anuais, cerca de R$ 208 milhões.

Neymar já teve o maior salário do PSG.

Mas seu prestígio caiu muito nas últimas temporadas. Os dirigentes franceses não escondem que estão insatisfeitos com a produção da estrela da Seleção Brasileira.

A briga com Luís Campos no vestiário deverá marcar o fim da passagem de Neymar pelo futebol francês.

Embora possa perder muito dinheiro com o pagamento de uma multa milionária, o PSG, segundo a imprensa francesa, quer romper o contrato no final da Champions League, mesmo que o PSG conquiste o inédito título da competição.

Se a ameaça se concretizar, Neymar, aos 31 anos, começará a ver bem de perto o início de seu declínio.

Triste decadência para quem foi para a Europa sonhando em ser o melhor jogador do mundo. Mas que no decorrer de sua caminhada nos gramados europeus flertou com a irresponsabilidade.

Dentro e, principalmente, fora dos gramados.

Neymar, na Europa, com exceção de raros momentos, em que conseguiu ser um jogador brilhante, esteve nas manchetes mais como celebridade do que exibindo o seu raro talento de jogador de futebol.

Neymar entra para a história do futebol como um craque na arte de jogar uma carreira no lixo.

Wladimir Miranda cobriu duas copas do mundo (90 e 98). Trabalhou nos jornais Gazeta Esportiva, Diário Popular, Jornal da Tarde, Diário do Comércio e também na Agência Estado. Iniciou no jornalismo na Rádio Gazeta. Trabalhou também na TVS, atual SBT. Escreveu dois livros,de grande aceitação no mercado editorial: O artilheiro indomável, as incríveis histórias de Serginho Chulapa e Esconderijos do futebol.

Comments


bottom of page