• Futebol em Rede

Marta está para o futebol feminino assim como Charles Miller e Friedenreich estiveram para o masculi

Marta está para o futebol feminino assim como Charles Miller e Friedenreich estiveram para o masculino. Ela é gigante, é a rainha, mas é na verdade uma desbravadora de uma modalidade relativamente nova para as mulheres do Brasil. Os dois citados acima foram os primeiros grandes nomes do futebol masculino no país.O primeiro trouxe a bola, sem ela não tem jogo, e dizem que era também bom jogador, não apenas o dono da bola. Aliás, o toque de calcanhar, a chaleira, é uma homenagem ao grande Charles, que fazia muito essa jogada. Já o segundo nome foi um craque da época, goleador, chamado de “El Tigre”.

Marta é genial, mas não gosto dessas comparações oportunas que aparecem neste momento de feminismo exacerbado. O feminismo não pode ser o “machismo de saias”. Seria horrível. Ontem quando fez o gol de pênalti, o meu amigo e competente narrador Luiz Roberto de Muccio, gritava a todos os pulmões. “É recorde, é recorde, ultrapassa KIose como maior artilheira de Copas do Mundo”. Sem dúvida é uma marca extraordinária, mas não tem nada a ver com Klose, Ronaldo e Copa do Mundo masculina. É tentar igualar coisas diferentes para agradar uma causa e ficar de bem com as Redes Sociais.

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, como diria o grande Juarez Soares. O futebol feminino ainda está muito distante do masculino, mas está melhorando. Ter uma Copa televisada em horários impensáveis para a grade da TV já é um avanço. Marta outro dia reclamou dos seus salários e causou discussão para muita gente com a questão: “Por que Messi ganha tanto e ela tão pouco? Ela tem mais bola de Ouro do que ele?” Talvez seja demais para Messi e injusto para Marta, mas a igualdade dos Direitos se refere muito mais a convivência entre homem e mulher do que sobre profissões e salários. Isso se ajusta com o tempo e com o talento de cada um. Caso contrário, a gente podia dizer que todos os bons jogadores deviam ganhar igual ao Messi e não é assim que funciona.

#brasil #charlesmiller #friedenreich #marta