• Futebol em Rede

Implosão diante do Ajax e o fim de uma geração

O Real Madrid sofreu uma goleada implacável no Bernabeu, 4 a 1 para o Ajax e eliminação na Liga dos Campeões. Nem o mais pessimista dos torcedores merengues imaginou tamanha implosão. Tudo aconteceu após derrotas para o rival Barcelona e quando só restava a Liga dos Campeões na temporada. Pior, o Real Madrid havia vencido em Amsterdam e era favorito para chegar às quartas de final. Dentro de campo a implosão foi obra de Tadic ( Foto – goal.com ), meia sérvio de 30 anos, canhoto, acabou com o jogo. Deu as assistências para os dois primeiros gols, fez um golaço e driblou tanto o meio campo merengue que vários jogadores terão pesadelos. Tadic resolveu o jogo e numa comparação com o famoso Modric, colocou o croata no bolso. A diferença foi tão gritante que começaria uma reformulação trocando Modric por Tadic. Fora de campo o Real Madrid colhe os frutos de muitas burradas. Deixar sair Cristiano Ronaldo, ficar sem reação quando Zidane pulou do barco, trazer Lopetegui na véspera da Copa do Mundo, apostar em jogadores medianos e tentar a virada com Solari. O atual treinador tirou Marcelo do time, pode haver justificativas físicas, mas jogou no lixo um jogador importante. Solari montou um time titular e apostou alto. A equipe até reagiu com o Mundial de Clubes, mas não suportou o ritmo de uma competição atrás da outra. Chegou a hora de reformular esse Real Madrid vencedor. Jogadores como Kross, Modric, Bale e Benzema parecem chegar ao fim da linha no clube. Marcelo tem a Juventus de Cristiano Ronaldo e precisa de novos ares. O Real Madrid vai precisar de tempo e alma nova. Solari não tem o perfil para conduzir uma reformulação no elenco. O presidente Florentino Perez será pressionado para contratações e mudanças. Uma geração vencedora parece ter virado a página, agora é hora de reconstruir o elenco.

#RealMadrid