• Futebol em Rede

Goleiro Rhuan Jesus treina diariamente em Brasília


O goleiro Rhuan Jesus, que perdeu seu contrato com o letão BFC Daugavpils por conta da pandemia de coronavírus, segue trabalhando diariamente em Brasília (DF), na Escola de Goleiros Amauri Gonçalves Junior. A expectativa é estar bem preparado para quando assinar um novo vínculo e seguir com a sua carreira, seja no futebol internacional ou brasileiro.

“Estou me mantendo em forma na escola do Amauri Gonçalves Junior, que está trabalhando minhas partes física e técnica. Todo esse trabalho está sendo desenvolvido, visando que eu chegue bem preparado ao clube que assinar contrato”, explicou Rhuan.

“Me sinto em forma. Minhas técnicas estão mais aperfeiçoadas e meu condicionamento físico está excelente”, complementou o goleiro de 28 anos (18 de maio de 1992), 1m90 e 85kg, que é natural de Mogi das Cruzes (SP).

Segundo Amauri Gonçalves Junior, a preparação tem sido completa, abordando todos os aspectos que o goleiro precisa trabalhar no dia-a-dia durante os treinamentos. “Quando o Rhuan chegou para treinar comigo, fiz um trabalho visando à melhora no aspecto físico e de força, além de lapidar a parte técnica, pois existe uma diferença do que é pedido na Europa. Hoje, planejo a semana de acordo com a programação, ou seja, uma de força, uma de fundamentos, outra de reação, saída e batida na bola. A cada sete dias vamos colocando uma meta diferente”, explicou.

O goleiro Rhuan Jesus Teixeira de Souza iniciou carreira na base do União FC (Mogi das Cruzes) e, logo aos 17 anos, subiu ao profissional. Na sequência, passou pelo Nacional AC (São Paulo), Atlético Mogi (Mogi das Cruzes) e novamente União FC. Em 2013, seguiu para futebol brasiliense, atuando pelo Brasília FC (2014) e CA Taguatinga (2015/2016), depois retornou ao futebol paulista para jogar no Grêmio Catanduvense (2016). Em 2017, defendeu o Paranoá-DF e CFZ-DF, antes de rumar para a Europa.

No futebol da Letônia, Rhuan, que usa as luvas da Raptor, defendeu o FK Jūrnieks (2017), o Albratroz SC (2017/2018/2019) e o BFC Daugavpils (2020). Entre as suas principais conquistas aparecem o título da Riga Cup – 2017 (com a defesa menos vazada) e o título Brasiliense da Série B (2015).