top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

Gilberto Macena é homenageado pelo AC Horsens

Brasileiro, que é um dos grandes ídolos da história do time dinamarquês, teve seu nome eternizado na Calçada da Fama


O atacante Gilberto Macena foi homenageado pelo AC Horsens, no sábado (03 de junho), no CASA Arena Horsens, na cidade de Horsens, na Dinamarca, antes do empate entre a equipe da casa e o Lyngby (0 a 0), pela Supercopa Dinamarquesa. O tocantinense passou a integrar a Calçada da Fama, eternizando o seu nome na história do AC Horsens.

“Fui convidado para ser homenageado por ter feito história no clube e entrar também no Hall of fame. Aquela calçada que coloca nossa marca com o pé. Primeiramente, recebi uma arte especial de um importante gol e fui entrevistado no lounge do clube”

“Antes da partida começar fui chamado ao gramado e o diretor me entregou outro prêmio e a torcida pôde me cumprimentar. Foi, sem dúvida, um grande momento pisar no gramado onde joguei por seis temporadas e sentir o calor da torcida, além de ouvir todos gritando o meu nome”, acrescentou.

“A vontade era de entrar em campo e ajudar o AC Horsens. Fiquei muito feliz por essa homenagem, Horsens será para sempre a minha casa”, completou Gilberto Macena.

O brasileiro, que é natural de Cachoeirinha (TO), teve grande passagem pelo AC Horsens e, por isso, figura entre os grandes ídolos da história do clube. Macena, agora eternizado na Calçada da Fama, atuou pela equipe entre 2006 e 2012, marcando 87 gols, em 178 jogos.

Para dar início a sua carreira, Macena saiu muito cedo do Brasil foi atuar no exterior, depois de curtas passagens pelo Comercial EC-SP, Seres-RJ e Rio Claro FC-SP. O seu primeiro time internacional foi o Holbæk B&I, da Dinamarca (2006/2006). Logo em seguida se transferiu para o AC Horsens (2006/2012) e virou ídolo local.

Posteriormente, atuou no futebol chinês: Shandong Luneng Taishan (2012/2013) e Hangzhou Greentown (2014). Na sequência teve uma passagem cheia de conquistas pelo tailandês Buriram United FC (2015) e jogou também no saudita Al-Qadsiah FC (2016). Depois, retornou ao futebol tailandês: Bangkok United FC (2016/2017) e Chiangrai United FC (2018).

Nesse período, Gilberto Macena sofreu duas contusões e ficou um tempo afastado dos gramados. Ao retornar passou novamente pelo dinamarquês Holbæk B&I (2019) e veio jogar no futebol brasileiro: Associação Caçadorense de Desportos-SC (2020) Tocantinópolis EC-TO (2021). Desde de 2021, o atacante defende o Phitsanulok, da Tailândia.

Foto: Divulgação



Comentarios


bottom of page