• Futebol Alternativo

Gestor do Náutico de Roraima faz boletim de ocorrência contra o próprio time

Após ver o time sofrer a maior goleada da atual edição da Série D, o gestor de futebol do Náutico de Roraima, Marcelo Pereira, procurou a polícia para fazer um boletim de ocorrência solicitando investigação contra os jogadores da própria equipe sob suspeita de terem vendido o jogo na derrota pelo placar de 10 a 2 diante do Trem, no Amapá. "Fiz o boletim de ocorrência para me precaver. Eu não tenho nada a ver com manipulação de resultados. Não sei se deu um apagão, não estavam com vontade de jogar, os gols saíram naturalmente. Vi ali muito corpo mole. Vou pedir à CBF para investigar esse jogo. Foi esculacho, a gente fica triste porque procuramos fazer o futebol certo, mas olha aí o que acontece", disse Pereira.


Lanterna do grupo 1, o Náutico de Roraima foi para o Amapá enfrentar o Trem pela 8ª rodada da Série D, em busca da primeira vitória. O time é dono da segunda pior campanha da competição que reúne um total de 64 equipes e tem a pior defesa: foram 32 gols sofridos em oito jogos, até então, média de quatro gols sofridos por jogo.


"Vou encaminhar à CBF (o boletim) e pedir para investigar esse jogo e os outros jogos também que teve resultado negativo. Não que todo jogo que a gente perdeu foi venda de jogo, não, mas esse foi muito escrachado pelo resultado. Eles têm que investigar, quebra de sigilo telefônico, conta bancária, tem que investigar, porque a gente procura fazer o futebol certo, mas olha aí o que acontece", disse Pereira.