• Futebol em Rede

Galo sem confiança volta ao Mineirão

O Atlético MG passou por dois times uruguaios e garantiu vaga na fase de grupos da Libertadores. Fez o básico e mostrou que ainda falta confiança na equipe para impor seu jogo e pressionar adversários. Levir Culpi não achou a formação ideal. A equipe tem virtudes, mas é lenta na saída de bola e a marcação pelas laterais preocupa muito. Como o time não ajuda, o Independência perdeu a fama de caldeirão. Voltar ao Mineirão pode ajudar na fase de grupos. O principal destaque técnico do Galo é o equatoriano Cazares ( Foto – torcedores.com ). Habilidoso, adora arriscar chutes surpreendentes na direção do gol e tem ótima bola parada. O problema desse meia ofensivo de apenas 26 anos é a falta de regularidade. Ele parece um pisca-pisca, faz ótimas jogadas e depois some do jogo. Outro destaque é o veterano Ricardo Oliveira. Ele vive boa fase, anda fazendo gols, mas quando joga isolado no ataque, cai de rendimento. Torcida em maior número e campo grande podem fazer diferença nesse momento do Atlético. Deve dificultar a marcação dos adversários e dar mais espaço para o Galo jogar. O grupo na Libertadores não é assustador. Nacional do Uruguai, o principal adversário, Cerro Porteño poderá causar alguma dificuldade e o Zamora forte candidato a saco de pancadas. O time precisa de ajustes, tem potencial e um fato novo como o Mineirão pode contribuir para fazer a equipe crescer.

#AtléticoMG