• Futebol em Rede

Furacão acordou na hora certa

O Athletico derrubou um caminhão de melancias no Jorge Wilstermann na Arena da Baixada. Goleou o adversário, 4 a zero, e recuperou espaço no grupo G da Libertadores. Foi uma vitória convincente e na hora certa para recuperar prestigio e brigar por classificação. Vencer era obrigação, mas vencer bem, levanta o astral para os dois próximos jogos, em casa, que deverão definir o futuro do time. Os adversários serrão o líder Boca Juniors e a surpresa Tolima. O grande nome do jogo foi o lateral esquerdo Renan Lodi ( Foto – tvgdsnews.com ). Inacreditável que com uma comissão técnica cheia de experientes olheiros, ninguém na seleção de Tite veja esse promissor jogador. Rena Lodi tem apenas 20 anos, joga como veterano, ótimo no apoio e eficiente na marcação. No mínimo deveria ser chamado para ganhar rodagem na seleção. Estivesse num centro mais importante seria chamado. Tivesse um empresário influente, nem estaria mais no clube. A base do time campeão da Sul Americana ainda existe. O técnico Tiago Nunes conseguiu achar um substituto no meio campo para a saída de Rafael Veiga e sente pouco a saída de Pablo para o São Paulo. Falta encorpar para brigar por título. O fato de disputar o estadual com um time alternativo talvez não ajude muito. Fazer três jogos seguidos em casa na Libertadores pode fazer uma grande diferença a favor. Agora é medir força com o Boca e tratar de vencer o Tolima de qualquer jeito.

#Athletico