• Futebol em Rede

Frustração constante


Frustração constante para o torcedor do São Paulo. Acomodação, inofensividade, irregularidade e falta de organização, são as irritantes características que marcam a equipe nos últimos tempos. A derrota para o Fluminense foi mais um desfile dos erros de sempre. Arboleda ( Foto – Divulgação ) falhou nos dois gols. Três volantes, o erro tático de Fernando Diniz. A bola não chega no ataque.


A desorganização coletiva começa pela defesa. Daniel Alves não marca, não acompanha o adversário, fecha pelo meio, não cria e Bruno Alves vira cobertor na direita. Arboleda, até é esforçado, mas não dá conta do serviço e falha. Fernando Diniz colocou três volantes num jogo em casa, contra um adversário em má fase. O meio campo travou, a bola não chega no ataque e a criação é zero. Os laterais não abrem espaço e no ataque só Anthony aparece, facilitando a marcação.


Pablo, Pato e quem mais for escalado no ataque do São Paulo, seriam mais uteis trabalhando de gandula. O time trava com tanto volante. Faz muito tempo que o São Paulo adotou a característica da lentidão no meio e da falta de iniciativa no setor. Fica difícil acreditar na equipe que se arrasta em campo. Brigar por uma vaga na Libertadores, sem muito otimismo, é a realidade. Muita coisa precisa mudar para resgatar o perfil de vencedor do clube.