• Futebol em Rede

Flamengo está "prejudicando" o futebol paulista

Flamengo está "prejudicando" o futebol paulista. Não, não é nada disso que você está pensando. É que se não fosse a grande campanha do Rubro Negro, hoje o Campeonato Brasileiro seria totalmente comandado pelos paulistas que estão logo a seguir na classificação. Palmeiras, Santos, Corinthians e São Paulo.



No caso a palavra prejuízo, entre aspas, é só o reconhecimento da distância da grande campanha flamenguista para os demais. O Grêmio está chegando também nesse grupo da frente e juntamente com o Flamengo é hoje o grande time do futebol brasileiro. Tanto assim que vão decidir a vaga na final da Libertadores em jogo da volta, dia 23, no Maracanã.



Talvez o Palmeiras pudesse se enfiar entre os dois para ser um dos melhores do país, mas quando precisou tropeçou justamente nos dois. Perdeu a vaga na Libertadores para o Grêmio em pleno Pacaembu e depois tomou uma lavada do Flamengo, no Brasileiro, que culminou com a saída de Scolari do Verdão.



A verdade é que o Flamengo se reforçou com jogadores de peso e que deram certo rapidamente. Às vezes as contratações dão totalmente errado ou demoram para se adequar ao novo clube. Com Rafinha, Filipe Luís, Gerson, Pablo Marí, Bruno Henrique e Gabriel, o Gabigol, o Flamengo se soltou de maneira maravilhosa. Muito se fala do trabalho de Jorge Jesus, mas acho que se Abel Braga tivesse esses jogadores à disposição poderia ter feito coisa melhor também, mas o técnico português, é claro, tem também méritos na grande campanha.



Resta aos paulistas olhar e aplaudir e fugir das teorias das Conspirações de que tudo está arranjado para o Flamengo ser campeão neste ano. Está mesmo, o time se arranjou, se arrumou, joga o melhor futebol do país e dá as cartas no Campeonato. Ninguém tira esse título do Flamengo. Se não for campeão será a maior zebra da história.



O Palmeiras é um time com tanto dinheiro quanto o Flamengo e não conseguiu montar um elenco tão bom. Tem deficiências em muitas posições e tem jogado muito mal mesmo agora com Mano Menezes. O impacto da chegada de um novo treinador parece que já passou. Para um clube que investiu tanto e esperava conquistar títulos, o ano é um "fracasso".



O Santos trouxe como estrela Jorge Sampaolli, cujo esquema já está manjado, mas faz bom trabalho e deu de graça Bruno Henrique e Gabigol, os principais artilheiros do Brasileiro, para o Flamengo. Não deveria ter apostado em Cueva, Bryan Ruiz e outros pseudos craques. No Corinthians, Carille perdeu a mão e o São Paulo tenta ressurgir com Fernando Diniz. São times que brigarão por Libertadores via G-4. Título esquece. Diante disso, só resta aplaudir o ótimo futebol do Flamengo. Quem não quiser, que tente morder o cotovelo de inveja.