• Futebol em Rede

Everton dos Santos é unanimidade entre Remo e Paysandu


Se há uma coisa que todo mundo conhece é a tradicional rivalidade entre os times de futebol da mesma cidade e região. Isso acontece no mundo inteiro e no Pará, mais especificamente em Belém, não é diferente. Clube do Remo e Paysandu SC são os clubes mais vencedores e tradicionais, por isso, angariam a maior parte de adeptos, não só na capital, mas em todo o estado.

Vale ressaltar que em quase todos os aspectos, os torcedores do Paysandu SC e do Clube do Remo estão em lados opostos. Mas, quando o assunto é barbearia, aquele cuidado essencial com a estética e visual, não só os jogadores, treinadores e torcedores dos dois maiores clubes paraenses, mas também da Tuna Luso Brasileira, Tapajós FC, Paragominas FC e Castanhal EC, entre outros, são unanimes: todos escolhem Everton Furtado dos Santos, que possui uma barbearia bastante requisitada e muito bem frequentada no bairro Marambaia, na Zona Norte de Belém.

“Já conheço há muito tempo o trabalho do Everton; quando tudo começou e, a meu ver, até hoje é o melhor de Belém. O tratamento é muito bom e as funcionárias são super educadas. É um lugar aonde você vai e se sente muito bem”, comentou o zagueiro Yan, do Papão.

“Conheci a Everton Barbearia através da parceria que eles fizeram com a Tuna Luso. Minha avaliação para o trabalho é 10. São pessoas muito profissionais no atendimento e na qualidade do corte, sem contar o ambiente higienizado e respeitando os protocolos de saúde. Para nós que estamos sempre aparecendo nas redes e nos meios de comunicação, é mais que importante ter o visual cuidado. Demonstra o quanto a pessoa se importa no seu dia a dia pela aparência e cuidado pessoal”, complementou o volante Arthur, do Leão.

O técnico Matheus Lima ressalta que Everton é uma pessoa especial e merece todo sucesso. “Como sou morador do bairro da Marambaia, frequento a sua barbearia do Everton desde o início. Desta forma, pude acompanhar o seu crescimento e a evolução do seu projeto. Fico feliz por estar fazendo parte disso, mesmo que indiretamente, como cliente. Vou seguir frequentando o local, já que, além dele ser um cara que todos gostam no segmento do futebol, é uma pessoa e merece todo sucesso”, relatou.

“Conheci o Everton através do amigo Yan, na concentração do Paragominas FC, em 2020, no Hotel Riviera. Um trabalho muito competente e detalhista. A imagem em tempos de redes sociais e de pandemia é essencial para vender seu trabalho e mostrar sua marca própria”, complementou o técnico Robson Melo.

E não são apenas os técnicos e jogadores de futebol que frequentam a barbearia. As mãos abençoadas de Everton cuidam também do visual de músicos e cantores, de vários estilos diferentes.

“Conheci o trabalho do Everton, através do nosso dj Rafael Cassiano e do personal da família Treme Treme, o coach Maycom. E, desde que conheci a barbearia do Everton, não quis outra para cuidar de mim. Super recomendo. O melhor de Belém”, destacou Fernando Auler, dono da carreta Treme Treme, que é recordista mundial por nove anos consecutivos como maior som automotivo do mundo.

Começo

Oriundo de uma família humilde, Everton descobriu sua aptidão para esta área muito cedo, acompanhando e observando sua mãe, que era cabelereira. A primeira barbearia que ele teve foi logo aos 15 anos de idade, só que não deu certo, pois o então garoto não tinha a responsabilidade necessária para gerir um negócio.

Mas, após sete anos, retornou ao ofício e passou a cortar cabelo na Invasão, local que residia, usando balde e um espelho quebrado. “Comecei a cortar o cabelo do pessoal da comunidade e muitas crianças iam até lá. Desta forma, os adultos estavam acompanhando de perto o meu trabalho e passaram a pedir para que cortasse o cabelo deles também, só que de graça. Posteriormente, passei a cobrar um valor bem pequeno. Em seguida, ia para um lava-jato do bairro e cortava o cabelo do proprietário de graça. Mas, a partir daí começaram as parcerias e as coisas foram fluindo”, relatou Everton.

A entrada no âmbito esportivo se deu através da indicação de um amigo, que levou o jogador Ilaílson, então no Paysandu SC, para a barbearia. “O Ilaílson ficou cliente, gostou do atendimento. Com isso, passamos a postar as fotos da barbearia nas redes sociais e isso chamou a atenção de outros jogadores e também de músicos e cantores”, finalizou Everton.