• Futebol em Rede

EVERALDO MANCINI


O Corinthians venceu pela segunda vez seguida, fora de casa, com um gol de Everaldo ( Foto – Rodrigo Coca/SCCP ), no fim do jogo. Desta vez a vítima foi o Vasco da Gama. Cruzamento com desvio, matou o goleiro Fernando Miguel. Inacreditável, Everaldo é a arma de Wagner Mancini para fazer o time sair da crise. Verdade que só funciona fora de casa, mesmo assim, a solução inesperada vai marcar o início de trabalho do treinador. O salvador tem nome e sobrenome, Everaldo Mancini é o cara.


Wagner Mancini alterou taticamente o time. Entrou em campo contra o Vasco sem um atacante fixo. Na verdade, apostou no contra-ataque e deu certo com o gol de Mantuan no primeiro tempo. Com a vantagem, conseguiu equilibrar o jogo. Deu certo fechar o time com marcação forte no meio campo, Fabio Santos deu segurança defensiva, a aposta era um acerto no passe de Cazares ou Matheus Vital e o Corinthians fica aliviado com o resultado contra o Vasco, vitória 2 a 1.


Vencer com sofrimento sempre alegra o torcedor do Corinthians. Porém, a escolha tática de Mancini tem contraindicação. Em jogos em casa, mesmo sem torcida, o time precisa propor jogo. Não dá para segurar e esperar por mais um milagre de Everaldo. Tem que corrigir o meio campo, encontrar uma solução ofensiva e rezar para não perder os únicos zagueiros do elenco. A vida de Mancini ainda é difícil. Uma dica. Talvez, Luan de atacante ser aplume. Por enquanto, o jeito é rezar por Everaldo Mancini repetir seus milagres também dentro de casa.