• Futebol em Rede

Esse não é o caminho para a seleção

O Brasil realizou contra a Arábia Saudita o terceiro amistoso pós Copa do Mundo. Vitória, 2 a zero. Um futebol frágil e mais pontos negativos do que positivos. Um jogo para esquecer ou para alertar o bom técnico Tite. É preciso refazer os planos. Jogador mediano não pode vestir a camisa da seleção. Adversário fraco é para ajustar o ataque da seleção e não trocar bola. Definitivamente, esse não é o caminho certo para a seleção. O único ponto positivo do amistoso foi Neymar ( Foto ). Jogou mais pelo meio, apareceu sem cair no chão, deu assistências e não foi o ilusionista de sempre. Merece aplauso. Porém, só para lembrar, o adversário era frágil. Em jogos assim, Neymar aparece mesmo. O surpreendente, apareceu para o time. Não deixa de ser uma evolução. Pena que só ele mereceu reconhecimento. O resto do time foi previsível. Tite tem que tirar Fred da cabeça. Ex-Internacional, hoje na Inglaterra, reserva, não jogou nada. Foi o primeiro a ser substituído. Não cabe numa seleção brasileira. Outros medianos também não. Fabinho não se readaptou à lateral e deixou um buraco em campo. Pablo na zaga é uma afronta para a camisa amarela. Walace não é um achado é um desperdício. Jogadores desse nível nem deveriam ser chamados. Travam o time. A seleção não irá se reerguer com Fred, Walace, Pablo ou Fabinho. O caminho está errado. Acorda Tite !!!!