top of page

Endrick e Ronaldo: Gato ou talento precoce?

O ex-olheiro do Real Madrid, Manolo Romero, em entrevista a rádio Cadena Ser, da Espanha, levantou dúvida quanto a idade do menino Endrick, do Palmeiras, que já está negociado com o clube merengue e só não se apresentou ainda porque não completou 18 anos. Manolo acha que Endrick é muito robusto para ter apenas 17 anos. Fez até uma comparação com o colombiano Falcão Garcia, que chegou a Europa com mais idade que disse que teria, segundo Manolo.



Quem adultera idade no futebol é chamado de Gato. Pelo menos aqui no Brasil. Muitas dúvidas já se levantaram em alguns casos e em outros houve confirmação. Até Vanderlei Luxemburgo foi gato. A farsa foi descoberta quando ele treinava a Seleção Brasileira e acabou contribuindo com sua demissão na ocasião. Teve também o brasileiro Eriberto, que na verdade era Luciano, que fez sucesso no futebol italiano com idade e nome falsos.



Duvido que Endrick seja um Gato do futebol. As palavras de Manolo Romero são carregadas de um ranço de quem foi demitido do Real Madrid há seis anos e parece que não gostou. Não tenho ideia porque houve a demissão. Que Endrick está à frente do seu tempo é algo claro. Ele pulou várias etapas e hoje poderia até ser titular do Palmeiras na ausência de Dudu. Quando joga demonstra muita qualidade e a boa "malandragem" que só os mais rodados poderiam ter. Ele é um talento precoce.



O Brasil já teve muitos assim. Até o próprio Pelé aos 16 anos assombrando o mundo ou Coutinho que virou titular no Santos, ao lado do próprio Pelé, com 14 para 15 anos apenas. Como gosta de dizer o grande Pepe, ponteiro-esquerdo daquele timaço: "Coutinho parou com 27 para 28 anos de idade, mas não teve uma carreira tão curta. Começou com 14 anos".



Ronaldo Fenômeno apareceu no Cruzeiro como Ronaldinho aos 15 anos. Um dia Carlos Alberto Silva precisou de um centro-avante para uma excursão à Europa e não tinha ninguém à disposição para levar. Disseram a ele para ver um garoto no time de baixo que arrasava nos treinos e nos jogos. Foi, viu, gostou e levou para a excursão e Ronaldo nunca mais saiu do time até ser vendido para o PSV, da Holanda.



Ainda pelo Cruzeiro houve um jogo no velho Parque Antártica contra o grande Palmeiras da era Parmalat. O Cruzeiro perdeu por 2 x 0, mas Ronaldinho fez o diabo com a forte e experiente defesa do Palmeiras. No vestiário fui falar com esse novo prodígio no Terceiro Tempo da Jovem Pan e anunciei: "Olha, Milton Neves aqui está um garoto que deixou a defesa do Palmeiras maluca. Jogou muito e tem apenas 17 anos.". Ele bateu no meu ombro e disse: "17, não. Tenho 16 anos" e eu: "Opa, errei, tem menos ainda. É craque"



No dia seguinte fui ao treino na Academia de Futebol e numa conversa com os jogadores do Palmeiras todos citavam o brilhantismo do camisa 9 do Cruzeiro. Na época à Jovem Pan era um canhão de audiência e os jogadores que deixavam o Estádio iam embora ouvindo o Terceiro Tempo. Mazinho vira pra mim e diz: "Esse moleque faz coisa de veterano. Tá louco, é incrível. Sei que você o entrevistou. Será que ele é gato?" Todo mundo riu a valer.



Era talento, um gênio muito precoce. Um prodígio do futebol como a sequência da sua carreira mostrou. Ele, sim, fazia os marcadores de Gato e Sapato numa expressão bem popular. Felizmente esse ex-olheiro do Real Madrid não viu esse jogo. Talvez também duvidasse de sua idade. Era mesmo à frente do seu tempo. Não fossem as contusões tão graves acho que Ronaldo estaria entre Pelé e Maradona. Era completo. Na minha opinião, é claro.



EM TEMPO: Para os mais jovens esclareço que na época a gente ia mesmo aos vestiários após o jogo fazer entrevista e no Terceiro Tempo colocávamos o craque na escuta dos demais companheiros. Também não se assustem quando disse que no dia seguinte ao jogo fui à Academia ver o treino. Também era algo normal na época. Acho que não atrapalhávamos tanto assim. Era a época que o futebol brasileiro ganhava muito ainda. Digo isso porque tem gente da nova geração que pensa que é invenção nossa, mas não é. Era assim mesmo e era bom demais.







Комментарии


bottom of page