• Futebol em Rede

Empate chato na estreia do Galo

O Atlético MG foi melhor em campo, mas ficou só no empate, 2 a 2, diante do Danúbio, no Uruguai, na abertura da Libertadores. Resultado frustrante pelo nível técnico do adversário e pelas chances de gol criadas pelo time brasileiro. No primeiro tempo, o goleiro Cristófaro do Danúbio, chegou a ser o destaque na partida. O Galo vai passar de fase, apesar dos erros cometidos num jogo fácil. Quem quase resolveu tudo no primeiro jogo foi o veterano Ricardo Oliveira ( Foto – mg.superesportes.com.br ). Experiente, 38 anos, o jogador achou o atalho na lenta defesa adversária e marcou os dois gols do seu time. No primeiro gol, tirou a bola do goleiro com técnica apurada e no segundo, fez de cabeça. Ricardo Oliveira não tem a mesma agilidade dos bons tempos, mas é útil. Tendo condições físicas, é uma arma interessante nesse Atlético MG. O maior problema do time foi a defesa. Outro veterano, Fabio Santos, comprometeu na marcação. No primeiro gol tomou drible dentro da área e no segundo perdeu a disputa pela bola pelo alto. O Danúbio até sabe trocar bola e a única jogada interessante é pela lateral. Basta Levir Culpi acertar a marcação no setor, para resolver a parada. O empate não foi de todo ruim fora de casa. O time uruguaio é fraco e inexperiente. Será uma tremenda surpresa se oferecer resistência no joga da volta em Belo Horizonte.

#AtléticoMG